Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
 
 

Lista de textos do jornal de hoje Navegue por editoria

Mercado

  • Tamanho da Letra  
  • Comunicar Erros  
  • Imprimir  

Fortuna dos 200 mais ricos do mundo é maior do que o PIB do Brasil

Treze brasileiros figuram no novo ranking publicado pela revista 'Bloomberg Markets'

DE SÃO PAULO

A fortuna das 200 pessoas mais ricas do mundo é maior que a soma da riqueza gerada pelo Brasil no ano passado (US$ 2,49 trilhões).

Os 200 principais bilionários acumulam uma riqueza de US$ 2,7 trilhões, equivalente ao PIB da França, a sexta maior economia global no ano passado.

Os dados são da revista "Bloomberg Markets", publicação mensal da agência de notícias financeiras que passa a publicar, a partir da edição de dezembro, uma lista anual de bilionários.

A lista é liderada pelo mexicano Carlos Slim (US$ 77,5 bilhões), mas o maior aumento na fortuna foi alcançado pelo espanhol Amancio Ortega, dono da rede de moda Zara. Sua fortuna aumentou em US$ 18,4 bilhões (ou 52%) entre janeiro e outubro.

Com US$ 53,6 bilhões, ele hoje é o terceiro homem mais rico do mundo, ultrapassando Warren Buffett -a segunda posição é de Bill Gates.

Há 13 brasileiros no ranking, e Eike Batista, na 28ª posição, é o mais bem colocado, apesar da queda de 9,3%, para US$ 20,4 bilhões.

O brasileiro que mais enriqueceu neste ano foi Jorge Paulo Lemann. Sua fortuna cresceu 54,9%, para US$ 19,1 bilhões.

Os dados tomam por base índice criado pela Bloomberg que atualiza diariamente a fortuna dos mais ricos com base no preço das ações -no caso da revista, os dados levam em conta a cotação até 5 de outubro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página