Descrição de chapéu Há 50 anos

1968: Teatro Ruth Escobar volta a sofrer ataque em SP, e público sai às pressas

Fachada do Teatro Ruth Escobar, no centro de São Paulo - Acervo UH/Folhapress
São Paulo

O Teatro Ruth Escobar sofreu novo atentado neste domingo (11), às 20h, em São Paulo. 

Ampolas de gás lacrimogêneo foram lançadas nas escadarias e nos sanitários da sala Gil Vicente, onde está em cartaz o espetáculo “Primeira Feira Paulista de Opinião”.

O gás espalhou-se pelo recinto inteiro e fez com que o público, que tinha ido assistir à peça, abandonasse o local às pressas e em confusão. 

Bombeiros até quebraram vidraças para facilitar a entrada de ar, mas a segunda sessão do espetáculo foi suspensa.

No dia 18 de julho, outra sala desse teatro foi invadida por homens que agrediram os atores da peça “Roda Viva”.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.