Descrição de chapéu Há 50 anos

1970: Padre americano é libertado pela China depois de 12 anos de prisão

São Paulo

A China libertou nesta sexta-feira (10) o bispo de Xangai, o monsenhor americano James Edward Walsh, condenado em 1958 a 20 anos de prisão, acusado de espionagem a favor dos Estados Unidos e do Vaticano.

O prelado foi levado a Hong Kong, onde foi recebido por funcionários do governo do seu país natal.

Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde do religioso, que havia completado 79 anos em abril. Porém uma foto mostra que ele chegou de cadeira de rodas a Hong Kong.

Walsh era o último missionário católico que permanecia na China. A sua libertação foi inesperada.

Primeira Página da Folha de 11 de julho de 1970
Primeira Página da Folha de 11 de julho de 1970 - Reprodução

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.