Descrição de chapéu Há 50 anos

1971: Ministro defende AI-5 e diz que ideia de liberdade absoluta se modificou

São Paulo

O ministro da Justiça, Alfredo Buzaid, disse que o governo não cogita revogar o Ato Institucional nº 5 (editado em dezembro de 1968 e que foi o marco do período mais duro da ditadura militar).

Ele considera o AI-5 necessário à defesa contra “a guerra revolucionária e a subversiva, preparadas à sombra por homens que estão adequadamente adestrados”.

Buzaid afirmou que a ideia de liberdade absoluta se modificou, porque pode comprometer uma sociedade e que, quando chega a esse ponto, é preciso intervir.

As declarações foram feitas na Universidade de Brasília perante 150 professores.

Primeira Página da Folha de 11  de fevereiro de 1971
Primeira Página da Folha de 11 de fevereiro de 1971 - Reprodução

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.