São Paulo

Após 15 meses no cargo e seguidas promessas de que permaneceria até o fim de 2020, o prefeito João Doria (PSDB), 60, deixará a Prefeitura de São Paulo nesta sexta (6) com mil dias de mandato em aberto e distante de suas principais promessas.

Abaixo, veja em quais pontos Doria avançou, estagnou ou regrediu durante o tempo em que comandou a administração da cidade. O balanço é dividido em quatro eixos: saúde e educação, transporte, cidade e leis e estrutura interna da prefeitura.

Leia a reportagem completa "Longe das metas, Doria deixa cargo 1.000 dias antes do fim do mandato"

 




Fontes: Prefeitura e CET

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.