Aeroportos do país já foram alvo de mega-assaltos; relembre

De 2016 até este ano, foram ao menos três grandes roubos de carga, dinheiro e mercadorias em terminais

São Paulo

O mega-assalto no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), nesta quinta-feira gerou bloqueio de rodovias e terminou com saldo de três criminosos mortos e cinco pessoas feridas. Criminosos com carros clonados invadiram o terminal de cargas pouco antes das 10h, quando seguranças da empresa transferiam dinheiro em espécie de um carro-forte para um avião cargueiro. A quantia levada ainda não foi divulgada.

Outros aeroportos do país já foram alvo de ataques nos últimos anos:

Aeroporto de Cumbica (Guarulhos/SP) - jul.19

Cinematográfico, o roubo mais recente foi no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP). No dia 25 de julho, ao menos seis homens armados com fuzis, disfarçados de policiais federais e com duas viaturas clonadas levaram 720 quilos de ouro, com valor estimado de R$ 120 milhões, sem deixar feridos.

A avaliação da polícia é de que muito dificilmente o ouro roubado será recuperado, já que ele provavelmente foi vendido na China.

O feito inédito teve como alvo a transportadora de valores Brinks, a mesma mira do roubo desta quinta-feira (17), no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). 

Aeroporto do Galeão (Rio de Janeiro) - abr.18

No Rio, em abril do ano passado, três criminosos armados roubaram uma carga de celulares da Samsung avaliada em US$ 1 milhão —cerca de R$ 3,4 milhões— do terminal de cargas da Gol no Aeroporto Internacional do Galeão, na Ilha do Governador, na zona norte.

Os aparelhos modelo S9, que custam quase R$ 4.000 cada um, ainda nem estavam disponíveis nas lojas do estado. Os assaltantes armados entraram no local em um caminhão usando uniformes parecidos com os dos funcionários. Uma vez no galpão, renderam trabalhadores e recolheram a carga de celulares.

Uma semana antes, uma carga da Apple avaliada em R$ 2 milhões tinha sido roubada no mesmo terminal de carga do Galeão.

Aeroporto de Viracopos (Campinas/SP) - mar.18

Em março de 2018, a mesma empresa de transporte de valores, Brinks, foi assaltada em Viracopos. Ao menos cinco homens armados com fuzis invadiram a pista do aeroporto na noite de um domingo e roubaram US$ 5 milhões (ou R$ 16,3 milhões) em espécie. A carga estava sob os cuidados da companhia aérea Lufthansa e embarcaria em um carro forte da Brinks. 

O bando teria entrado pelos portões laterais, em uma Hilux semelhante às viaturas de patrulha do aeroporto.

Aeroporto de Viracopos (Campinas/SP) - fev.15

Em fevereiro de 2015, um grupo armado invadiu o terminal de cargas de Viracopos e roubou aproximadamente R$ 11 milhões em processadores de aparelhos de telefonia celular.

De acordo com a Polícia Federal, oito criminosos encapuzados participaram da ação, que durou quatro minutos. A carga, proveniente de Cingapura, ficou por uma semana no terminal e seria levada para a empresa Flextronics, em Jaguariúna (SP).

Aeroporto de Viracopos (Campinas/SP) - out.12

Em outubro de 2012, um grupo armado com metralhadoras e pistolas invadiu o aeroporto de Viracopos e roubou uma carga de produtos da fabricante Apple avaliada em R$ 3,9 milhões. À época, a Polícia Civil informou que oito funcionários e vigilantes do galpão da companhia aérea TAM Cargo foram rendidos durante a ação, antes dos ladrões fugirem com 12 lotes carregados de iPhones e iPads.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.