Maquinista freia metrô prestes a atingir passageiro em SP; veja vídeo

Caso ocorreu na manhã de domingo; rapaz saiu engatinhando debaixo do trem

São Paulo

Uma maquinista do Metrô de São Paulo freou um trem da companhia instantes antes de passar por cima de um jovem que havia caído nos trilhos da linha 1-azul. Segundo o Metrô, ele sofreu apenas ferimentos leves.

O caso aconteceu no último domingo (17), na estação São Joaquim, uma das 32 em que o Metrô pretende instalar portas automáticas de embarque. As imagens foram postadas pelo estoquista Renan do Vale, 25, que viu a cena quando retornava para casa, após o trabalho. 

Ele conta que estava na estação São Joaquim, por volta das 6h45 da manhã do domingo, quando ouviu um barulho vindo do meio da estação. "Pensei que fosse alguma obra. Mas percebi que as pessoas estavam eufóricas e todos olhavam para o mesmo ponto", conta Renan. 

As pessoas observavam um jovem que estava inerte entre os trilhos do metrô. Os passageiros na plataforma começaram a acenar para as câmeras de vigilância da estação. 

Renan, que estava com o celular na mão, passou a gravar a cena "no automático, sem pensar", diz ele. 

Pelas imagens, é possível ver que os passageiros tentam chamar o rapaz, que não responde. Com a aproximação do trem, os passageiros começam a gritar: "Ai, meu Deus" e "Para!".

"Pela velocidade que o trem vinha, eu achei que não fosse conseguir parar", conta Renan. 

Quando chegava à estação, o trem começa a desacelerar bruscamente até parar. Parte da cabine chega a encobrir o rapaz. 

O jovem permanece inerte sob o trem por pelo menos 15 segundos até recobrar a consciência e sair debaixo do trem engatinhando. Ele aparentava estar embriagado. 

Neste momento, um metroviário já estava na plataforma. Segundo Renan, ele teria solicitado o desligamento da energia da linha, para que o jovem não sofresse o risco de ser eletrocutado ao encostar em algum componente elétrico. 

Renan conta que ajudou os metroviários a puxar o homem para a plataforma para que ele fosse atendido. 

As crescentes invasões ou quedas de usuários na linha são motivos para o o Metrô ter retomado o projeto de instalação de portas automáticas em suas plataformas. Anunciado em 2018, o projeto está em fase de elaboração dos estudo. Segundo o Metrô, as estações terão as plataformas até 2023. 

Em 2018, a Folha mostrou exemplos de vandalismo e invasões aos trilhos do metrô. 

Em um dos vídeos, durante o Carnaval, é possível ver um passageiro pular no trilho ainda energizado de uma das linhas da estação Paraíso. Na imagem, ele parece tirar uma selfie ou uma foto de seus amigos que permaneceram na plataforma. Segundo o Metrô, ao verem a cena, operadores do centro de controle da companhia conseguiram desligar o trilho. Caso contrário, o passageiro poderia ter sido gravemente eletrocutado. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.