Grafites de Senna, Drummond e Criolo estampam salas de aula em escola na Grande SP

Alunos elegeram 16 personalidades para receberem a homenagem; ação movimentou colégio

São Paulo

Desde o início deste ano letivo, personalidades como o poeta Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), o desenhista Maurício de Sousa, 83, a jogadora Marta, 32, e o cantor Criolo, 43, além de outras 12 importantes figuras brasileiras, estão mudando a rotina da Escola Estadual Parque Jurema 3, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

É que as paredes das 15 salas de aula e de mais uma sala de leitura do colégio, que conta com 1.700 alunos em três turnos, foram grafitadas com os rostos dessas pessoas que marcaram, em diversas áreas, a realidade brasileira.

A escolha dos agraciados para receber a homenagem foi feita por meio de eleição, em que toda a comunidade escolar teve direito a voto. 

O piloto Ayrton Senna (1960-1994) foi o mais votado para as salas de aula, mas, na disputa exclusiva para quem adornaria a sala de leitura, deu Machado de Assis (1839-1908), que teve o retrato acompanhado da clássica frase “A arte de viver consiste em tirar o maior bem do maior mal”.

A iniciativa só foi possível porque a escola recebeu do governo do estado, no ano passado, uma verba de R$ 5.000, de livre provimento, mas cujo destino teria de ser escolhido pelos próprios alunos.

“O grêmio estudantil queria algo artístico, que tivesse impacto no visual da escola. O grafite está muito ligado à realidade dos alunos, então tiveram a ideia das pinturas”, afirma a diretora Mariana Valente Gonzaga, 36. 

Em princípio, o grêmio, os professores e pais de alunos elencaram 34 personalidades, de áreas distintas, para entrarem na votação. 

Cartazes com dados básicos dessas pessoas e mais um código eletrônico que, quando escaneado, levava para uma página da internet com mais informações sobre o nome, foram espalhados pela escola ao mesmo tempo que os professores trabalhavam em classe as histórias por trás de cada um dos “candidatos”.

“A ação fomentou muito a curiosidade dos alunos pela arte e pelos artistas. Eles queriam, cada vez mais, saber mais sobre os pensamentos e  a atuação dos personagens”, diz a diretora.

E foi justamente o campo artístico o mais contemplado com ganhadores de grafites, entre eles a escritora Clarice Lispector (1920-1977), a cantora Elis Regina (1945-1982) e o rapper Gabriel o Pensador, 44, que, assim como Criolo, festejou a homenagem em suas redes sociais.

O artista escolhido para fazer o grafite foi Fernando Manuel, 31, o FND, morador da região de Pimentas, bairro periférico e estigmatizado pela violência, onde está o colégio.

Ele gastou 250 latas de spray de tinta e trabalhou noite e dia para que tudo ficasse pronto durante o período de férias.

“Foi o trabalho mais importante da minha vida até hoje e é um sonho realizado. Me dediquei de corpo e alma, com todo o carinho, porque, no passado, eu estudei nessa escola e pichei os muros daqui. Agora, eu trago minha arte para dentro dos muros”.

Depois da repercussão das fotos, FND está com agenda cheia. Foi convidado para grafitar escolas de MG, Rio e diversas outras em São Paulo.

Para Julia Roque, 18, aluna do colégio e membro do grêmio, o sucesso da iniciativa aconteceu porque “causou uma evolução dentro do ambiente escolar, aproximou o aluno da escola. A maioria das escolas tem grafite do lado de fora e aqui ele veio para dentro da sala e transformou tudo, abriu discussões, curiosidade”.

O colégio também reservou espaços específicos —espécie de murais— para que os alunos que queiram façam suas manifestações artísticas.

Também estão nas salas de aulas pinturas da artista plástica Tarsila do Amaral (1886-1973), a escritora Carolina de Jesus (1914-1977), o ambientalista Chico Mendes (1944-1988), a ativista Maria da Penha, 74, o cantor Renato Russo (1960-1996), o aviador Santos Dumont (1873-1932) e o líder quilombola Zumbi dos Palmares (1655-1695).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.