Com lentidão, Sisu tem inscrições prorrogadas até domingo

Nas redes sociais, candidatos relatam falhas e dizem ser direcionados a dados de outros usuários

Natália Cancian Reynaldo Turollo Jr.
Brasília

O Ministério da Educação decidiu prorrogar até as 23h59 do domingo (27) as inscrições para vagas em universidades públicas por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

A medida ocorre após reclamações de candidatos sobre falhas e lentidão no sistema. Em nota, a pasta diz que o sistema está funcionando de forma estável nesta quinta-feira (24) e que "a lentidão eventualmente registrada resulta do volume massivo de acessos simultâneos".

"O MEC continua realizando todos os procedimentos técnicos para que o sistema continue estável", diz.

Ainda segundo o ministério, diante da dificuldade de acesso, as atualizações das notas de corte só serão feitas à meia-noite, e não mais em quatro horários ao longo do dia (antes previstos para 7h, 12h, 17h30 e 20h).

O governo diz que a medida foi adotada para "não prejudicar os estudantes que ainda não realizaram sua inscrição e melhorar o acesso devido ao alto tráfego existente". Com isso, a próxima atualização ocorrerá às 0h de sexta-feira (25).

Nas redes sociais, candidatos reclamam de lentidão e dificuldades para completar a inscrição. Outros alegam que o sistema tem direcionado a perfis com dados de outros usuários —ainda que digitando número de inscrição e senha corretos.

Diante das dificuldades, o presidente da ONG Educafro, Frei David, afirma que a entidade deve ingressar com uma ação na Justiça Federal de São Paulo para que o MEC resolva os problemas técnicos e dê prazo adequado aos candidatos. Pede ainda auditoria de uma empresa especialista em segurança de dados. 

Segundo ele, a entidade tem acompanhado tentativas de inscrições de candidatos que confirmam as dificuldades.

"São três problemas. Vários candidatos não conseguem fazer a inscrição. Os que conseguem, não conseguem fazer a mobilidade [para tentar concorrer a outra vaga]. E o terceiro é que alguns estão entrando com sua senha e seu login e, em vez de cair na página deles, caem na de outras pessoas. Isso tem gerado insegurança", afirma David.

"Vamos pedir a auditoria porque, mesmo com a prorrogação, nada garante que os problemas não vão continuar até domingo", diz.

Em busca de uma vaga para engenharia química, o estudante Vinicius Santos Matos, 21, que faz parte do curso popular da Educafro, tem feito uma maratona na tentativa de confirmar a inscrição.

"Estou desde terça tentando. Consegui me inscrever só no dia 23, por volta das 19h30. Depois tentei entrar de novo para ver a nota de corte e apareceu um número de inscrição que não era o meu. Abria como se fosse o perfil de outra pessoa, um tal de Alisson. Tentei atualizar e o site caiu", disse à Folha

A situação, diz, aumentou a preocupação. "Quando isso aconteceu, fiquei assustado e preocupado pelos meus dados. Pode ser que outras pessoas acessem meu perfil e isso me prejudique. Foi um ano inteiro de dedicação", relata ele, que ainda não conseguiu acessar o sistema novamente. “Estou desde 8h tentando e não consigo".

Mesmo problema vive a estudante Estefanny de Lima Campos, 19, que planeja estudar ciências biológicas ou agronomia. “O sistema está muito lento. Até agora consegui escolher só uma opção de curso, mas não a segunda, porque toda hora o sistema cai”, afirma.

Questionado, o Ministério da Educação não respondeu sobre eventuais falhas de segurança.

De acordo com a pasta, até às 20h de quarta, o sistema registrou 911.309 inscritos e 1.646.168 inscrições, considerando as duas opções de curso, informa.

As inscrições no Sisu foram abertas na terça-feira (22). Ao todo, são ofertadas mais de 235,4 mil vagas distribuídas em 129 instituições de ensino superior, entre federais e estaduais, de todo o país. 

Logo na inscrição, é possível escolher até duas opções de cursos. A lista das vagas pode ser consultada no site do programa.

MUDANÇAS NO SISU

O sistema apresenta mudanças neste ano em relação aos anteriores. A principal novidade é que os estudantes que forem selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda opção podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

 Segundo o MEC, apesar da prorrogação das inscrições, resultado da seleção está mantido para segunda-feira (28). Já a matrícula dos selecionados deve ser feita do dia 30 de janeiro ao dia 4 de fevereiro.

Do dia 28 de janeiro ao dia 4 de fevereiro, os estudantes que não foram selecionados na chamada regular, em nenhuma das opções, podem manifestar o interesse em participar da lista de espera. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.