Descrição de chapéu Coronavírus

Shoppings e igrejas reabrem em Belém na segunda (1º), anuncia Barbalho

Plano de reabertura dividiu o estado em cinco zonas e leva em conta taxa de transmissão da Covid-19 e capacidade do sistema de saúde

Manaus

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou a reabertura de shoppings, igrejas, salões de beleza e outras atividades não essenciais na região metropolitana de Belém a partir de segunda-feira (1/6).

Batizado de Retoma Pará, o plano dividiu o estado em cinco zonas, a partir de variáveis como taxa de transmissão e capacidade do sistema de saúde. Belém e entorno, que passaram por um lockdown durante boa parte de maio, foram classificados como de risco médio.

Nas regiões classificadas de risco alto, como as de Santarém e Altamira, a taxa de transmissão é considerada alta, com baixa capacidade do sistema de saúde. Assim, apenas as atividades essenciais estão autorizadas a funcionar.

“Traçamos um planejamento pautado na ciência, em normas técnicas e, fundamentalmente, em critérios de saúde, para estabelecer gradativamente a retomada econômica no nosso estado. Não podemos e não devemos confundir retomada gradativa das atividades econômicas com relaxamento”, disse Barbalho, segundo nota divulgada à imprensa.

O governo estadual afirma que a medida foi tomada a partir de projeções realizadas pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra). As medidas de isolamento e reabertura nas diferentes zonas terão revisão semanal.

Com 2.827 óbitos, o Pará é o quarto estado em número de mortes, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará. O estado, no entanto, é o nono mais populoso do Brasil.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.