Descrição de chapéu Copa do Mundo

Finalistas da Copa, franceses desconversam sobre prêmio de melhor do mundo

Mbappé, Griezmann e Pogba priorizam conquista do Mundial após classificação

Alex Sabino Diego Garcia Luiz Cosenzo
São Petersburgo

A França está na final da Copa 2018, sua terceira nos últimos 20 anos - também chegou em 1998, e ganhou, e em 2006, e perdeu. E alguns dos jogadores franceses podem disputar o prêmio de melhor jogador do mundo em 2018, condecoração que era o sonho de Neymar antes da eliminação nas quartas de final.

É o caso de ao menos três no elenco da França: Kylian Mbappé, Antoine Griezmann e Paul Pogba. Eles foram questionados sobre o tema nas entrevistas após a vitória por 1 a 0 contra a Bélgica nesta terça-feira (10), em São Petersburgo, pela etapa semifinal da competição.

Melhor em campo nas vitórias francesas contra Uruguai e Austrália, Griezmann, 27, disse que o momento agora é de comemorar e ficar com a família, sem pensar em adversários ou prêmios.

“Não penso nisso, só penso em descansar agora", disse o meia-atacante, que em 2018 já venceu a Liga Europa com o Atlético de Madrid, marcando dois gols na decisão diante do Zenit.

Já Mbappé, 19, foi protagonista do triunfo diante da Argentina, nas oitavas de final, ao fazer dois gols. Ele acabou eleito o melhor em campo nesta partida e também contra o Peru, ainda na primeira fase.

Principal candidato entre os franceses a levar a Bola de Ouro em 2018, o jovem atacante afirmou que não está ligando para a condecoração no momento.

"Não me importo com a Bola de Ouro. Quero a Copa do Mundo", disse Mbappé.

Pogba, por sua vez, não foi melhor em campo na Rússia, mas vem tendo suas atuações elogiadas pela imprensa francesa.

Em abril, o ex-camisa 10 da seleção Ronaldinho disse que Pogba poderia ser o melhor jogador do mundo algum dia. "Pogba pode vencer a Bola de Ouro sem dúvidas. Ele é jovem, talentoso e tem a habilidade de jogar em qualquer posição", falou o ex-atleta.

Nesta terça, Pogba respondeu sobre essa possibilidade e apontou que quer apenas disputar a final do Mundial.

"Eu não sou Ronaldinho, nunca serei. Mas sou Paul Pogba, de Roissy-en-Brie, e eu vou jogar uma final de Copa do Mundo", disse o jogador, referindo-se ao local onde cresceu na França.

A menção a Ronaldinho é por conta também da amizade que o meio-campista possui com o ex-jogador brasileiro. Em abril, o ex-camisa 10 do Brasil mencionou Pogba em uma entrevista, se referindo ao francês como "um amigo", e não um ídolo, forma ao qual o meio-campista europeu se refere ao sul-americano.

Neymar, que se transferiu para o PSG por 222 milhões de euros (R$ 888 milhões) em julho de 2017 para tentar ser protagonista na equipe e também melhor do mundo em 2018, não conseguiu levar o Brasil além das quartas de final na Rússia e ficou distante do prêmio.

A seleção brasileira foi eliminada pela Bélgica depois de derrota por 2 a 1.

Cristiano Ronaldo, atual melhor do planeta, e Messi, que dividiu com o português o prêmio nos últimos 10 anos, caíram ainda nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Finalista, a França aguarda o vencedor de Croácia x Inglaterra, que se enfrentam nesta quarta (11), às 15h, para conhecer seu rival na decisão do torneio na Rússia.

A final da Copa será no domingo (15), em Moscou, às 12h.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.