Descrição de chapéu Liga dos Campeões 2020 - 2021

Mbappé e Neymar comandam vitória do PSG sobre o Bayern na Champions

Francês marca 2 gols e brasileiro dá 2 assistências no triunfo por 3 a 2 em Munique

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O brasileiro Neymar foi um dos protagonistas na vitória por 3 a 2 do Paris Saint-Germain sobre o Bayern, nesta quarta-feira (7), em Munique, no jogo de ida das quartas de final da Champions League.

Com duas assistências, uma para Kylian Mbappé —grande nome do jogo— e outra para Marquinhos, o atacante ajudou a liderar o triunfo de sua equipe na Alemanha. Após terem aberto 2 a 0 ainda no primeiro tempo, os franceses chegaram a sofrer o empate, mas venceram com mais um gol de Mbappé na etapa final.

Neymar comemora um dos três gols do PSG nesta terça, no jogo de ida das quartas de final da Champions
Neymar comemora um dos três gols do PSG nesta terça, no jogo de ida das quartas de final da Champions - Christof Stache/AFP

No duelo que reeditou a decisão europeia da última temporada, quando o Bayern ficou com o título, Choupo-Moting (ex-jogador do PSG que substituiu o lesionado Lewandowski) e Thomas Müller marcaram os gols do time bávaro, que agora precisará reverter a série no confronto da semana que vem.

A partida de volta acontece na próxima terça-feira (13), no Parque dos Príncipes, em Paris.

A atuação convincente de Neymar diminui a pressão que havia sobre o camisa 10 depois da expulsão no último fim de semana, em jogo contra o Lille, pelo Campeonato Francês. Foi o quarto cartão vermelho do brasileiro desde que chegou ao clube, atual vice-líder da Ligue 1.

“Neymar ainda está na categoria dos grandes jogadores?”, questionou a tradicional revista France Football, que chamou de “show ridículo” o comportamento do atleta. “Apesar de toda a sua experiência e de todo o seu talento, nunca vai conseguir ficar concentrado no campo, apenas na partida, nada mais.”

Nesta quarta-feira, pouco antes do terceiro minuto de partida, ele roubou a bola de Kimmich no meio de campo e iniciou contra-ataque do PSG. O atacante carregou até a entrada da área e ameaçou chutar no gol, mas rolou para Mbappé, que bateu e contou com falha de Neuer para abrir o placar.

Em desvantagem dentro da própria casa, o Bayern pressionou os franceses e ameaçou mais de uma vez a meta de Keylor Navas, mas a equipe do técnico Mauricio Pochettino conseguiu segurar o ímpeto dos bávaros antes de castigar a defesa adversária mais uma vez.

Após cobrança curta de escanteio pela direita, Di María cruzou para a área e a defesa do Bayern cortou. No rebote, com a zaga alemã saindo para pressionar, Neymar viu Marquinhos em condição legal e cruzou de perna esquerda, na medida para o zagueiro dominar e, de frente com Neuer, finalizar na saída do goleiro para marcar o segundo, aos 28.

O Bayern ainda descontou no primeiro tempo, com Choupo-Moting, que cabeceou firme o cruzamento de Pavard pela direita. Precisando correr atrás do resultado, o técnico Hansi Flick fez duas alterações ainda antes do intervalo, promovendo as entradas de Davies e Boateng.

Na volta para o segundo tempo, os bávaros conseguiram diminuir o prejuízo novamente. Kimmich cobrou na falta na medida para Thomas Müller, que finalizou de cabeça para deixar tudo igual na Allianz Arena, aos 15 minutos.

A equipe alemã, contudo, não teve muito tempo para pensar na virada. Oito minutos depois do empate, em contra-ataque do Paris Saint-Germain, Mbappé recebeu na esquerda, encarou Boateng na jogada individual e cortou para o meio antes de bater rasteiro e recolocar os parisienses na frente.

Ben Chilwell comemora o segundo gol do Chelsea diante do Porto, em Sevilha
Ben Chilwell comemora o segundo gol do Chelsea diante do Porto, em Sevilha - Reuters

No outro duelo desta quarta pelas quartas de final da Champions, o Chelsea venceu o Porto por 2 a 0, em Sevilla, e encaminhou a classificação dos ingleses à semifinal europeia –os dois jogos serão disputados no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, na cidade espanhola, por conta de restrições provocadas pela pandemia.

Comandado por Thomas Tuchel, vice-campeão na temporada passada com o PSG, o time londrino abriu o placar com Mason Mount, aos 32 minutos de partida. O meia-atacante recebeu passe na entrada da área, girou em cima da marcação e chutou cruzado para superar Marchesín.

No segundo tempo, o Chelsea administrava o jogo quando ampliou a vantagem, já aos 40 da etapa final. Kovacic lançou do campo de defesa nos pés de Corona. O jogador do Porto, porém, não viu a chegada de Chilwell, que roubou a bola do mexicano, partiu em direção ao gol e driblou Marchesín para marcar o segundo e fechar a vitória em Sevilha.

Quartas de final da Champions League - jogos de ida

Terça-feira (6)

Manchester City 2x1 Borussia Dortmund

Real Madrid 3x1 Liverpool

Quarta-feira (7)

Bayern de Munique 2x3 PSG

Porto 0x2 Chelsea

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.