Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/08/2006 - 13h24

Alckmin eleva o tom e diz que governo Lula é um "desastre" na questão ética

Publicidade

ANDREZA MATAIS
da Folha Online, em Brasília

O candidato do PSDB ao Planalto, Geraldo Alckmin (PSDB), elevou o tom dos ataques e disse hoje que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi "um desastre" na questão da ética. "Não é um fato isolado, a corrupção perpassou as instituições. O mensalão atenta à democracia porque é um poder comprando outro poder e com dinheiro público", disse.

A mudança de discursos ocorre logo depois da divulgação da última pesquisa Datafolha, que mostrou que Lula mantém a liderança entre o eleitorado, com 49% das intenções de voto e com chance de vencer no primeiro turno, já que tem 56% dos votos válidos.

As críticas de Alckmin a Lula foram feitas depois de integrantes do PFL --partido que integra com o PSDB a coligação da candidatura do tucano-- pedirem para ele "bater" mais no presidente e abandonar o estilo "zen".

"Este efeito aumenta ainda mais a necessidade da campanha de Alckmin desconstruir Lula, dizer ao eleitor, claramente, porque não deve votar em Lula e o desastre que seria um hipotético segundo governo Lula", disse o prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), em mensagem enviada pelo seu ex-blog.

Para Maia, se Alckmin demorar para agir, suas críticas mais contundentes poderão ser vistas como apelação de candidato perdedor. "Mais que nunca cabe bater para derrubar essa avaliação enquanto é tempo."

Apesar de elevar o tom, Alckmin seguiu um rumo diferente do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao comentar a questão do impeachment de Lula. FHC disse que as denúncias de corrupção que atingiram o governo Lula sustentam um pedido de impeachment do presidente. O ministro Tarso Genro (Relações Institucionais) contra-atacou acusando FHC de estar "desequilibrado politicamente". Alckmin afirmou que o seu partido quer fazer o impeachment "sob o ponto de vista das eleições".

Leia mais
  • Lula mantém chance de vencer no 1º turno e tem aprovação recorde, diz Datafolha
  • Tarso Genro diz que FHC está desequilibrado
  • Maioria não assiste a propaganda eleitoral

    Especial
  • Leia cobertura completa das eleições 2006
  • Enquete: o horário eleitoral muda ou não o seu voto?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página