Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/08/2006 - 15h12

TSE nega liminar para deputado "sanguessuga"

Publicidade

da Folha Online

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) não acatou o mandado de segurança pedido pelo deputado federal Paulo Baltazar (PSB-RJ) contra o indeferimento de sua candidatura à reeleição.

Baltazar recorreu ao TSE contra a decisão do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) que indeferiu na semana passada o registro de sua candidatura por conta de suspeita de envolvimento na máfia dos sanguessugas.

Segundo o TSE, Baltazar afirma no recurso que, por conta da decisão do TRE-RJ, foi compelido a retirar sua propaganda do horário eleitoral gratuito e, por causa disto, encaminhou o mandado de segurança.

Segundo o TSE, a decisão do TRE-RJ não impede que o candidato mantenha sua propaganda eleitoral. O TSE tem até o dia 20 de setembro para julgar o recurso encaminhado por Baltazar, e outros candidatos, por conta de indeferimento ou deferimento por parte dos TREs.

Leia mais
  • Presidente do TSE comenta indeferimento de candidaturas

    Especial
  • Leia a cobertura especial das eleições 2006
  • Leia o que já foi publicado sobre a máfia dos sanguessugas
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página