Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/03/2007 - 19h47

Marta Suplicy aceita Ministério do Turismo e se diz satisfeita com o cargo

Publicidade

GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva oficializou hoje o convite para a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy assumir o Ministério do Turismo. Após o encontro com Lula, Marta disse que está satisfeita com a indicação para a pasta --mesmo depois de seu nome ter sido especulado para os Ministérios das Cidades e da Educação.

"O presidente me convidou para ser ministra do Turismo e eu aceitei, muito feliz da vida. Da minha parte nunca houve nenhuma demanda. A única coisa que eu disse é que o presidente sabia o que eu poderia fazer. E ele achou que eu poderia estar no Turismo. Para mim é grande desafio. Há muita coisa para ser feita", afirmou.

A ex-prefeita evitou admitir que poderá deixar o governo para se candidatar à Prefeitura de São Paulo em 2008 --o que se tornou um dos impasses para a escolha do seu nome. "Eu estou entrando no Ministério agora, deixa eu entrar e fazer o que eu tenho que fazer. Eu sou uma fazedora. Estou querendo entender da área, escutar muito e poder propor ações", desconversou.

Marta negou que a disputa à Prefeitura de São Paulo tenha entrado na pauta da reunião com Lula. "Nem foi tocado esse assunto", afirmou.

A ex-prefeita também desconversou quando questionada sobre a possibilidade de ser a candidata do PT à presidência da República em 2010, o que reforça a hipótese de deixar o governo no ano que vem para se candidatar à prefeitura. "Não [estou de olho na presidência], estou de olho em fazer um bom serviço no Ministério do Turismo. Isso eu tenho condição de poder fazer e vou me dedicar a fazer", enfatizou.

Infraero

No encontro, o presidente Lula disse a Marta que não pretende transferir o controle da Infraero para o Ministério do Turismo em curto prazo. A mudança era uma das reivindicações do PT para a pasta, como forma de aumentar o poder do Ministério --uma vez que Marta perdeu pastas de 'peso' como Educação e Cidades. "Foi ele que levantou esse assunto, eu não falei da Infraero", afirmou.

A ex-prefeita reconheceu, no entanto, que a crise aérea que atinge os principais aeroportos do país prejudica a imagem do Brasil no exterior. "É um problema sério e eu acho que desgasta a imagem do Brasil e a paciência dos brasileiros. Espero que seja resolvido. Como não é a minha área, eu vou trabalhar no que vai me concernir", afirmou.

Marta, que hoje foi uma das vítimas do apagão aéreo, esperou por duas horas em São Paulo até conseguir embarcar para Brasília. O encontro da ex-prefeita com Lula ocorreria ao meio-dia, mas acabou atrasado diante do caos aéreo.

Posse

A ex-prefeita será empossada no Ministério do Turismo na próxima sexta-feira, em cerimônia do Palácio do Planalto. O ex-ministro do Turismo Walfrido dos Mares Guia também vai assumir o Ministério das Relações Institucionais no mesmo dia. Walfrido vai substituir Tarso Genro no cargo, que assumiu o Ministério da Justiça no lugar de Marcio Thomaz Bastos.

Leia mais
  • PR abre mão do Ministério dos Transportes se governo criar Secretaria de Portos
  • Clodovil critica atraso de Lula para concluir reforma ministerial
  • Apagão aéreo atrasa reunião de Marta com Lula

    Especial
  • Leia cobertura completa sobre o segundo mandato do governo Lula
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página