Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/10/2004 - 20h21

Polícia apura origem de arma usada por homem que invadiu a Band

Publicidade

da Folha Online

A Polícia Civil quer saber a procedência da arma usada pelo vendedor de carros Moacir Camargo Borges, 32, que invadiu o estúdio do programa "Jogo da Vida", na TV Bandeirantes, no Morumbi (zona oeste de São Paulo) na tarde de domingo.

A reportagem apurou que a polícia quer saber se o revólver calibre 38 foi roubado ou comprado pelo vendedor. A arma não tem a numeração raspada.

Armado, Borges rendeu um dos seguranças da emissora, e, em seguida, fez ameaças no estúdio onde o programa era apresentado ao vivo. O vendedor, que não tinha antecedentes criminais, está preso no 34º DP.

Invasão

Após invadir o estúdio da Band, o vendedor foi desarmado por um policial militar à paisana, que estava de folga e participava da platéia do programa. Policiais do GOE (Grupo de Operações Especiais) o encaminharam para o 34º DP.

No momento da invasão, por volta das 17h40, a apresentadora Márcia Goldschmidt estava no ar, ao vivo, ao lado do cantor Waguinho.

O programa foi tirado do ar às pressas. A pedido da direção da emissora, um repórter do programa voltou ao ar e avisou que Márcia estava "abalada" e que não voltaria mais.

Quadro

Segundo a emissora, há cerca de um mês, o vendedor se inscreveu no quadro "Hora do Perdão", pedindo ajuda para rever os dois filhos. Eles estão com a ex-mulher de Borges, que se recusa a ter qualquer contato com ele.

A produção do "Jogo da Vida" chegou a gravar um clipe de imagens do vendedor, mas a participação dele não foi possível devido à recusa da sua ex-mulher em participar.

Segundo o delegado titular do 34º DP, Guaracy Moreira Filho, Borges foi autuado em flagrante por porte de arma e está sendo indiciado por violação de domicílio, perturbação do serviço de telecomunicação e perigo de vida ou saúde.

Ninguém ficou ferido. Em nota, a Band "lamentou" o episódio.

Boxeador

Esta é a segunda vez que a Bandeirantes exibe um incidente ao vivo. Em abril deste ano, o então apresentador do "Esporte Total", Jorge Kajuru, entrevistava o boxeador Mário Soares, que, no dia anterior ao programa, havia nocauteado um adversário.

Kajuru teria criticado o esporte, dizendo que não gostava de boxe e que o juiz havia falhado em não separar os lutadores antes que Mário Soares levasse o outro competidor à lona.

O lutador não teria gostado do tom do jornalista, batendo boca com ele e ameaçando agredi-lo. No episódio, Kajuru teria chamado o lutador de "covarde", e Soares teria revidado, chamando o apresentador de "burro". Assim que Mário Soares "peitou" Kajuru, a transmissão foi cortada.

Leia mais
  • Homem que invadiu emissora de TV armado segue preso em São Paulo
  • Programa da Band sai do ar após ameaça de homem armado

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a Márcia Goldschmidt
  • Leia o que já foi publicado sobre o Jorge Kajuru
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página