Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
01/11/2005 - 09h33

Maior cemitério da América Latina, Vila Formosa é tomado pelo mato

Publicidade

ALEXSSANDER SOARES
da Folha de S.Paulo

Na véspera do Dia de Finados, o cemitério da Vila Formosa --considerado o maior da América Latina, com 763 mil m2 e 1,5 milhão de pessoas sepultadas-- está com suas quadras de terra tomadas por mato.

L.C.Murauskas/Folha Imagem
Homem visita túmulo de parente no Vila Formosa
Homem visita túmulo de parente no Vila Formosa
A falta de conservação transforma as quadras em um canteiro único coberto por mato. Os visitantes terão dificuldades para encontrar as sepulturas de seus parentes, já que as alamedas que cortam as quadras também estão com o mato alto.

O Vila Formosa ocupa a quarta maior área verde municipal de São Paulo, só perdendo para os parques Anhangüera, do Ibirapuera e do Carmo.

A gestão José Serra (PSDB) calcula que, de sábado até amanhã, cerca de 2 milhões de pessoas terão visitado os 22 cemitérios municipais. No Vila Formosa, são esperadas 350 mil.

A Folha visitou ontem à tarde o cemitério. Equipes contratadas pela empresa Tonanni Construções e Serviços estavam limpando e cortando o mato das quadras às pressas. Dois caminhões cheios de mato foram retirados, mas os visitantes irão encontrar amanhã quadras limpas pela metade.

A Tonanni, contratada pelo Serviço Funerário, na gestão de Marta Suplicy (PT), para conservação e limpeza dos 22 cemitérios, admite que o Vila Formosa não estará totalmente limpo para receber amanhã os visitantes. A gerência de operações da Tonanni afirma que a limpeza no Vila Formosa é feita desde o dia 17 de outubro, mas as "chuvas dos últimos dias cooperaram com o crescimento do mato". A limpeza deve estar completa na próxima semana.

A assessoria do secretário municipal de Serviços, Andrea Matarazzo, que responde pelo Serviço Funerário Municipal, informou que a ordem é terminar a limpeza dos cemitérios amanhã.

Consolação

O cemitério municipal da Consolação (região central), tombado em julho, passa por sua terceira reforma desde 2003. Desta vez são as calçadas ao redor do cemitério que estão em obras.

Com obras de arte tumular e túmulos de personalidades como Monteiro Lobato, o cemitério oferece visitas guiadas. Francivaldo Almeida Gomes, o Popó, é o responsável pelas visitas.

As visitas podem ser agendadas pelo telefone 0/xx/11/3247-7058.

Colaborou JOÃO FELLET

Leia mais
  • Saiba o que abre e o que fecha em São Paulo no feriado de Finados
  • Cemitérios de SP devem receber 2 milhões de pessoas no feriado
  • CET monitora trânsito perto dos cemitérios de São Paulo
  • Prefeitura suspende rodízio de veículos em São Paulo no feriado

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o feriado de Finados
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página