Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/01/2006 - 18h13

Polícia de BH encontra mãe de bebê jogado na lagoa de Pampulha

Publicidade

da Folha Online

A mãe do bebê do sexo feminino, encontrado neste sábado (28) boiando na lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), foi localizada neste domingo por policiais da 7ª Delegacia Seccional de Venda Nova.

De acordo com os investigadores, a promotora de vendas Simone Cassiano da Silva, 28, foi detida na casa do namorado, no bairro Estoril, situado na capital mineira.

O bebê, que estava boiando dentro de um saco plástico preto, foi encontrado por um casal que passeava pela orla da lagoa.

Depois dos primeiros socorros, a criança foi levada por bombeiros para o hospital Odilon Behrens, onde passou por uma série de exames, e teve alta neste domingo.

Durante depoimento prestado à polícia, a mãe do bebê negou veementemente que tenha jogado a filha na lagoa. Afirmou ter entregue a criança junto com R$ 5 a uma moradora de rua, que se encontrava na lagoa.

Ela também afirmou que poderia identificar facilmente essa pessoa. Entretanto, o depoimento da promotora de vendas não convenceu os policiais. Segundo eles, Simone tem outra menina, de 10 anos de idade, que é criada pela avó paterna.

O flagrante por tentativa de homicídio foi registrado pelo delegado de plantão Willian Alves Vital.

Pesando 3,6 kg, a criança, conforme o hospital, é prematura, tem dois meses de idade e já tem vários pretendentes a adoção. O Juizado da Infância da cidade informou que nesta segunda-feira (30) ela será encaminhada para a adoção.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre bebê abandonado
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página