Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
06/02/2007 - 14h17

Após empurrar e xingar manifestante, Kassab pede desculpa por "excesso"

Publicidade

da Folha Online

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PFL), admitiu nesta terça-feira ter cometido excessos ao expulsar de uma unidade de saúde e xingar de "vagabundo" um manifestante. O fato ocorreu segunda (5), durante a inauguração da AMA (Assistência Médica Ambulatorial) Pereira Barreto, na região de Pirituba (zona norte).

Apesar de ainda criticar a manifestação de Kaiser Paiva Celestino da Silva, 46 --que protestava contra a Lei Cidade Limpa--, o prefeito pediu desculpas "pelo excesso" e pelos "termos usados".
05.fev.2007/Folha Imagem
Prefeito Gilberto Kassab se irrita, grita e expulsa manifestante de unidade de saúde
Prefeito Gilberto Kassab se irrita, grita e expulsa manifestante de unidade de saúde


Kassab afirmou que o protesto na unidade de saúde causou indignação ao prefeito. "Eu peço desculpas pelo excesso, mas não pela indignação", disse.

Após a confusão, a prefeitura afirmou que estudaria medidas legais contra Silva, por fazer manifestação em lugar impróprio. Nesta terça, no entanto, Kassab afirmou que ele não será processado e disse que o episódio está encerrado.

Confusão

Silva disse que estava na unidade de saúde com o filho de sete anos para uma consulta médica. Disse, ainda, que também tentaria uma consulta com um dentista.

O manifestante afirma que o encontro com o prefeito não foi premeditado --como acusou a administração municipal--, mas uma coincidência. Após a confusão, Silva chorou e disse ser proprietário de uma pequena empresa que produz faixas e cartazes, por isso foi afetado pela lei Cidade Limpa, que proíbe a publicidade exterior nas ruas da cidade.

Ao reagir aos gritos de protesto de Silva, o prefeito empurrou o manifestante, que foi expulso do local. "Sai daqui. Respeite os pacientes", gritou Kassab. Já na rua, o prefeito chamou Silva de "vagabundo" ao menos quatro vezes.

Em 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo, o prefeito enfrentou manifestantes na Sé. Aos gritos de "Fora, Kassab" respondeu com "São Paulo, São Paulo". Para ele, a estratégia, na ocasião, deu resultado positivo.

Com Folha de S.Paulo

Leia mais
  • Kassab faz piada com cratera do metrô e vídeo cai na web

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Gilberto Kassab
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página