Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/06/2000 - 13h13

Depois de tragédia, PM do Rio passa a patrulhar dentro de ônibus

Publicidade

da Folha Online

Depois do seqüestro de um ônibus que resultou na morte de uma refém e do assaltante, na última segunda-feira, os coletivos que circulam pela capital, Baixada Fluminense, Niterói, Itaboraí e São Gonçalo passaram a ser patrulhados por 615 homens indicados pelos comandos da Polícia Militar, concentrados nos locais de maior incidência de assaltos.

A operação, que deve terminar no início da madrugada, começou com a apreensão de três armas: uma, na área do 12º Batalhão, em Niterói, estava em poder de Irair Marques de Carvalho, que tem mandado de prisão por homicídio; as outras, na área do 22º Batalhão, em Benfica, e na do 7º Batalhão, em Alcântara. Um adolescente foi detido com três trouxinhas de maconha, dentro de um ônibus no município de São João de Meriti.

As informações são da Agência Brasil.

Clique aqui para ler toda a cobertura do caso na página especial Pânico no Rio

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página