Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/06/2000 - 20h47

Movimento Viva Rio prepara protesto contra violência

Publicidade

CRISTINA GRILLO da Sucursal do Rio

Um protesto nacional contra a violência _o "Dia Nacional do Basta Brasil"_ começou a ser preparado nesta segunda-feira (19)no Rio em uma reunião organizada pelo movimento Viva Rio.

A intenção dos participantes da reunião é que no dia 7 de julho, uma sexta-feira, aconteça uma grande caminhada silenciosa nas cidades brasileiras. Além do Viva Rio, estiveram presentes representantes do Instituto Sou da Paz e do Instituto Fernand Braudel, ONGs de São Paulo.

"Queremos que as pessoas deixem as roupas de trabalho em casa e saiam de branco no dia da manifestação. Nossa intenção é, no fim do dia, fazer uma longa caminhada em silêncio", disse o antropólogo Rubem César Fernandes, coordenador do Viva Rio.

Na reunião de ontem, que durou cerca de três horas, foram decididos alguns pontos iniciais do "Dia Nacional do Basta Brasil". Além da convocação para que as pessoas usem branco no dia 7 de julho, também ficou decidido que será pedido à população que apague as luzes de suas casas e deixe velas acessas nas janelas entre as 19h e as 20h.

"Acender velas nas janelas é um costume antigo, que expressa a esperança no renascimento", disse Rubem César.

Para tentar evitar que, após a manifestação, haja uma desmobilização da população, ficou acertada a criação de uma comissão nacional de notáveis para atuar a médio e longo prazo.

Entre suas atribuições, estarão elaborar uma agenda específica de prioridades no combate à violência e cobrar de governantes a concretização de medidas. A comissão será presidida pelo ex-cardeal de São Paulo, d. Paulo Evaristo Arns.

A intenção do Instituto Sou da Paz é realizar shows no Ibirapuera e pequenas passeatas nos finais de semana para preparar a população para o ato do dia 7 de julho.

Depois do caso do ônibus 174, qual seria a melhor solução para evitar cenas como aquelas? Vote

Clique aqui para ler toda a cobertura do caso na página especial Pânico no Rio

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página