Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/06/2000 - 11h38

Família de Geísa move ação contra o Estado do Rio

Publicidade

da Folha Online

O advogado Delano Cruz, que representa a família da professora Geísa Firmo Gonçalves, morta durante o seqüestro do ônibus 174 (Central-Gávea), no último dia 12, no Jardim Botânico, entra, terça-feira (27), no Fórum do Rio de Janeiro, com uma ação contra o Estado pedindo indenização.

Gilson Martins Gonçalves e Elisângela Firmo Ferreira, pai e irmã de Geisa, passaram o fim de semana no Rio e conheceram o local em que a professora trabalhava, na favela da Rocinha.

O encontro que teriam com o governador Anthony Garotinho não foi confirmado e os dois retornaram na manhã desta segunda-feira para Fortaleza. As informações são da Agência Brasil.

A delegada Martha Rocha, titular da delegacia da Gávea, responsável pela investigações, marcou para o próximo dia 30 o depoimento do soldado Marcelo dos Santos Oliveira, autor dos disparos que mataram Geísa.

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página