Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/07/2000 - 13h53

Justiça do Rio autoriza enterro de sequestrador do ônibus 174

Publicidade

da Folha de S.Paulo, no Rio

A Justiça do Rio de Janeiro autorizou ontem que o corpo de Sandro do Nascimento, sequestrador do ônibus da linha 174, seja enterrado.

O sepultamento está marcado para amanhã, no Cemitério do Caju, por iniciativa da advogada Cristina Leonardo, do Centro Brasileiro da Criança e do Adolescente do Rio. Nascimento foi morto há mais de um mês.

A certidão de óbito dirá que ele é filho de pais ignorados e com idade não sabida.

O sequestro ao ônibus 174, no Jardim Botânico, ocorreu no dia 12 de junho e teve um desfecho desastroso, motivado por falhas da Polícia Militar.

O caso terminou com a morte da professora Geísa Firmo Gonçalves, morta por Nascimento após a PM investir ineficazmente contra o sequestrador. Nascimento foi morto, asfixiado, dentro de um carro da polícia.

Depois do caso do ônibus 174, qual seria a melhor solução para evitar cenas como aquelas? Vote

Clique aqui para ler toda a cobertura do caso na página especial Pânico no Rio

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página