Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/07/2000 - 16h14

Meteorologistas divergem sobre possibilidade de neve em Campos do Jordão

Publicidade

MARCELO BARTOLOMEI
Coordenador de Inverno da Folha Online

A meteorologia prevê muito frio em São Paulo com a entrada de uma massa de ar polar no país na próxima segunda-feira, mas diverge sobre a possibilidade de nevar em Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira, município a 1.700 metros de altitude. A hipótese é sustentada somente se houver temperaturas baixas e nuvens com possibilidade de precipitação, como se fosse chover.

Segundo o meteorologista Willians Bini Silva, do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a forte intensidade da massa de ar polar que chega ao país e a nebulosidade podem precipitar a formação de neve em Campos. O instituto, que faz um monitoramento permanente da situação da massa de ar polar, poderá confirmar a ocorrência de neve somente a partir de amanhã. "Se não nevar, vai gear forte, com a temperatura abaixo dos 3ºC negativos", disse o meteorologista.

Segundo Silva, nunca em 56 anos o Inmet registrou neve em Campos do Jordão. O instituto faz a medição do clima na cidade desde 1944.

Para o CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), órgão do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) em Cachoeira Paulista, no entanto, não vai nevar em Campos.

De acordo com o meteorologista Fernando Lemos, um boletim assinado hoje pela manhã por oito meteorologistas do Inpe afirma que vai haver a formação de geada em todo o Estado, mas não de neve. Segundo ele, há condições de neve no Sul do país na madrugada de domingo, no extremo sul do Rio Grande do Sul, nas serras gaúcha e catarinense.

A empresa particular Climatempo sustenta também que pode nevar em Campos do Jordão na segunda. Segundo o meteorologista André Rey Madeira, no sábado as temperaturas devem ser mais elevadas, no domingo deve chover e na segunda, ocorrer a formação de neve no país. Para ele, há maior probabilidade de nevar no pico de Itatiaia, mas também em Campos, devido à forte queda de temperatura.

Segundo Madeira, há registros de neve em Campos do Jordão em 1947 e em 66.

Já o meteorologista Marcos Massari, da empresa Somar, descarta a possibilidade de nevar. "No domingo, haverá um frio intenso, mas Campos do Jordão tem uma atmosfera mais seca, que possibilita geada, não neve", disse. Segundo ele, haverá maior umidade na cidade no sábado, quando choverá.

O Cepagri (Centro de Estudos e Pesquisas em Agricultura) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) também não consegue enxergar a possibilidade de nevar em Campos do Jordão em sua previsão. Segundo o meteorologista Jurandir Zulu Júnior, deve ocorrer a formação de geada.

Para Zulu Júnior, a umidade do ar no Estado está em cerca de 30%, o que dificulta a ocorrência de neve. "Vai fazer muito frio", afirmou.

Como ocorre neve

As condições ideais para ocorrência de neve são o frio, que não necessariamente precisa levar as temperaturas a índices abaixo de zero, e a presença de nuvens que possibilitem qualquer tipo de precipitação, semelhante a um chuvisco.

A informação é do professor Mário Festa, meteorologista do Departamento de Ciências Atmosféricas do IAG (Instituto Astronômico e Geofísico) da USP (Universidade de São Paulo).

Segundo ele, é impossível a formação de neve quando o céu está limpo ou parcialmente limpo.

Clique aqui para ler mais notícias de Inverno Online na Folha Online.

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página