Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/08/2000 - 19h13

PMs acusados de matar criminoso devem ser soltos amanhã

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Os cinco policiais militares acusados de matar Sandro do Nascimento, o sequestrador do ônibus da linha 174, no Rio, devem ser libertados amanhãe, após 30 dias de prisão provisória.

A Justiça rejeitou o pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público Estadual. O capitão Ricardo de Souza Soares e os soldados Flávio do Val Dias, Márcio Araújo David, Paulo Roberto Alves Monteiro e Luiz Antônio de Lima Silva depuseram hoje. Eles afirmaram que a asfixia teria sido consequência do comportamento de Sandro, que se debatia, babava e agredia os policiais que tentavam imobilizá-lo.

Houve, entretanto, contradições. Enquanto Soares disse que tentou apenas massagem cardíaca ("aquele homem babava muito"), David disse que o capitão fez até respiração boca-a-boca.

Depois do caso do ônibus 174, qual seria a melhor solução para evitar cenas como aquelas? Vote

Clique aqui para ler toda a cobertura do caso na página especial Pânico no Rio

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online


 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página