Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/04/2008 - 09h03

30 cursos de medicina mal avaliados podem perder vagas

Publicidade

da Folha Online

Reportagem publicada na edição desta sexta-feira da Folha de S.Paulo (íntegra disponível para assinantes do jornal ou do UOL) revela que cerca de 30 cursos de medicina que tiveram notas baixas no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) aplicado ano passado irão passar pelo mesmo processo de supervisão que atinge as áreas de direito e pedagogia.

Segundo o texto, os cursos serão avaliados por uma comissão de especialistas coordenada pelo ex-ministro da Saúde Adib Jatene. Os nomes dos cursos não foram divulgados. Depois da avaliação, os cursos devem assinar com o MEC (Ministério da Educação) acordos com compromissos de melhora, como contratação de professores.

Há a possibilidade de esses cursos terem o número de vagas reduzido, a exemplo do feito em relação a cursos de direito mal-avaliados. "Seja no caso de medicina ou de direito, o corte não afetará os alunos matriculados, porque a medida só vale para os vestibulares posteriores à assinatura dos termos de compromisso", afirma a Folha.

Na semana passada, 22 cursos de direito se comprometeram a oferecer 14.372 vagas de ingresso a menos no próximo processo seletivo. Os cursos de direito no país tinham 33,7% de suas vagas ociosas em 2006.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página