Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/07/2006 - 11h39

Para criador de disputa de pênaltis, suíços e ingleses desonraram a invenção

Publicidade

da Folha de S.Paulo

O criador da disputa por pênaltis disse que suíços e ingleses desonraram sua invenção, ao, juntos, terem convertido só uma cobrança nas eliminatórias que precisaram decidir assim nesta Copa.

"Eles são completos perdedores. Até um time de escola teria chutado melhor que os suíços", disse Karl Wald, 90. "É frustrante que uma coisa assim ocorra, mesmo para mim", reclamou.

Em sua série pelas oitavas-de-final contra a Ucrânia, a Suíça não converteu nenhum pênalti e perdeu por 3 a 0. Já a Inglaterra fez apenas um na eliminatória de quartas-de-final diante de Portugal e caiu por 3 a 1.

Ex-árbitro alemão, Wald concebeu a disputa por pênaltis em 1970 e a introduziu no seu país naquele ano, na extinta Copa Watney. Até então, empates em jogos eliminatórios eram decididos com uma moeda ou por alguma outra técnica baseada na sorte.

Em Copas do Mundo, a definição por pênaltis foi introduzida em 1982. Desde então, apenas uma final teve de ser decidida assim, a de 1994, nos EUA, vencida pelo Brasil sobre a Itália.

Wald foi um pouco menos duro com os ingleses. "Não entendi aquilo. Eles estavam nervosos?", questionou. A Alemanha do ex-árbitro teve mais competência e superou a Argentina por 4 a 2 nos pênaltis para chegar às semifinais, com duas defesas de Lehmann.

Assim, Wald também se declarou satisfeito com a utilização de sua invenção. "Estou feliz por termos pênaltis, claro. Todo mundo é entusiasta, e ninguém é contra. O jeito que se usa agora é exatamente como eu havia imaginado."

Com agências internacionais

Especial
  • Leia cobertura completa da Copa do Mundo-2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página