Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/01/2007 - 11h17

Pan-07 faz governo bancar até folia

Publicidade

SÉRGIO RANGEL
da Folha de S.Paulo

Principal financiador do Pan, o governo federal também vai socorrer a Portela, escola de samba que homenageará o evento no sambódromo do Rio.

O Ministério do Esporte vai repassar nos próximos dias, por meio de um convênio, R$ 1,8 milhão para a tradicional escola montar o seu desfile. O valor corresponde a 37,5% do orçamento de R$ 4,8 milhão do Carnaval da Portela neste ano.

"Já está tudo acertado, só estou aguardando o dinheiro chegar", disse o presidente da escola, Nilo Figueiredo, acrescentando que receberá amanhã o ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., no barracão da escola.

Segundo a assessoria de imprensa do ministério, o "convênio foi assinado para viabilizar uma ação de promoção dos Jogos Pan e Parapan-Americanos Rio-2007". A competição será disputada em julho na cidade.

O ministério alega que "o desfile das escolas de samba do Rio é um momento único para isso, com oportunidade de dar grande visibilidade nacional e internacional à realização dos Jogos no Brasil".

Um dos investidores no desfile da Portela, o governo federal é o maior pagador do Pan. Pelas contas da secretaria federal responsável pelo evento, o gasto total está estimado em cerca de R$ 1,5 bilhão.

Inicialmente, o governo Lula bancaria 33,8% do orçamento. Hoje, paga mais da metade da conta, que subiu 443,5% (pulou de R$ 523,8 milhões em 2002 para R$ 2,847 bilhões). A Prefeitura do Rio e o governo do Estado cobrirão o resto.

O acordo com o Ministério do Esporte obriga a Portela a investir, como contrapartida, R$ 450 mil no desfile.

Sem ter recebido ainda a verba governamental, a montagem do desfile da escola neste ano está atrasada. Assim como a organização do evento, que convive com constantes prazos adiados, a Portela está com o cronograma ultrapassado.

Até agora, não há nenhum carro alegórico pronto. Restando pouco mais de um mês para o desfile, os carros mais adiantados ainda estão na fase intermediária de construção --na madeira. Três deles estão ainda na ferragem, a fase inicial. A Beija-Flor, por exemplo, já tem três carros recebendo os últimos toques na decoração.

O presidente da agremiação disse que o ministro foi o principal responsável pela Portela ter decidido homenagear o Pan.

"Ele nos pediu para fazer este Carnaval. Nosso desfile será o primeiro grande anúncio do evento no ano', diz Figueiredo. A assessoria do ministério nega que Orlando Silva Jr. tenha feito o pedido. Informou também que o ministro não desfilará.

Atualmente, a Portela conta basicamente com a ajuda financeira repassada pela Prefeitura do Rio e pela Liesa (a liga das escolas de samba) --cerca de R$ 2,5 milhões, dinheiro arrecadado com a venda de ingressos, direitos de transmissão e outras fontes de renda.

Quarta escola a entrar em 19 de fevereiro, com o enredo 'Os Deuses do Olimpo na terra do Carnaval; Uma festa dos esportes da saúde e da beleza', a Portela desfilará com 4.300 foliões. A escola é a maior vencedora do Carnaval carioca. Já ganhou o título 21 vezes. No entanto não vence desde 1984.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o Pan-2007
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página