Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/01/2001 - 12h11

Vasco usou logotipo do SBT sem permissão da emissora

Publicidade

SILVIO NAVARRO
da Folha Online

A assessoria de imprensa do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) informou na noite de ontem que a emissora não havia autorizado o uso de seu logotipo nas camisas do Vasco durante a final da Copa João Havelange.

A emissora declarou ainda que o caso seria encaminhado para seu departamento jurídico na manhã de hoje.

O SBT é o principal concorrente da Rede Globo, único canal de TV aberta que transmitiu a decisão do Nacional.

Na semana passada _em depoimento a CPI da CBF-Nike_, o presidente eleito do Vasco, Eurico Miranda, havia acusado a Globo de interferir na paralisação da partida de São Januário, que foi interrompida após a queda de um dos alambrados do estádio.

Na ocasião, Miranda afirmou que a Globo teria instigado o governador do Rio, Anthony Garotinho, a suspender o jogo, pois o reinício iria invadir a grade de programação, a novela Uga Uga.

O presidente do Vasco, Antonio Soares Calçada, disse que o uso do logotipo do SBT foi uma decisão da diretoria e, por isso, não recebeu nada para fazer a propaganda da rede televisiva.

Durante a final da Copa JH, a torcida do Vasco gritou várias vezes o nome do apresentador e proprietário da emissora, Silvio Santos, e fez coros de "Quem quer dinheiro" e "Esse é o jogo do milhão", em alusão aos programas do SBT.

Calçada negou que a atitude entrar em campo exibindo o logotipo do canal de TV fosse uma provocação à Globo.

"Não foi provocação alguma. Foi apenas uma homenagem ao Sílvio Santos, que eu conheço há 30 anos", afirmou.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página