Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/06/2001 - 16h56

Grêmio é campeão e adia sonho corintiano de voltar à Libertadores

Publicidade

MARCELO MORA
da Folha Online

O Corinthians perdeu hoje a sua partida mais importante até o momento na temporada e a chance de garantir presença na Taça Libertadores da América de 2002 com a derrota de 3 a 1 para o Grêmio, nesta tarde, em pleno Morumbi lotado.

O zagueiro Marinho, o meia Zinho, que hoje completou 34 anos, e o atacante Marcelinho Paraíba marcaram os gols do quarto título da Copa do Brasil conquistado pelo clube gaúcho. O atacante Ewerthon diminuiu para os paulistas. Confira os melhores lances.

Agora para se classificar à principal competição sul-americana e que dá ao vencedor a vaga no Mundial Interclubes de Tóquio, o Corinthians precisa conquistar a Copa dos Campeões ou o Campeonato Brasileiro.

O jogo
O Corinthians foi completamente dominado pelo Grêmio no primeiro tempo, e até conseguiu suportar bastante a pressão adversária.

O primeiro lance de perigo foi aos 17min. Marcelinho Paraíba recebeu lançamento na área, mas demorou para concluir e foi travado por João Carlos.

Três minutos depois, o atacante voltou a levar perigo a Maurício ao chutar da entrada da área rente à trave direita do goleiro corintiano.

Aos 23min e 25min foi a vez do meia Zinho desperdiçar duas boas oportunidades para os gaúchos.

De tanto pressionar, o Grêmio abriu o placar aos 42min. Zinho cobrou escanteio, Marinho se antecipou à zaga corintiana e cabeceou entre as pernas de Maurício.

O Corinthians teve a chance de empatar nos acréscimos, mas o atacante Ewerthon, sozinho na área, errou a cabeçada após cruzamento de Marcelinho da direita.

Na segunda etapa, logo no primeiro minuto, o Grêmio ampliou a vantagem. O zagueiro corintiano João Carlos perdeu a bola para Marcelinho Paraíba na área, o atacante tocou para o canhoto Zinho, que marcou de pé direito.

Sem outra opção, o Corinthians foi para cima, equilibrou a partida, e mesmo com um jogador a menos em campo _o zagueiro Scheidt foi expulso aos 25min_, diminuiu a diferença com um belo gol de Ewerthon.

Mas a esperança do time paulista em levar a decisão para os pênaltis terminou aos 42min. Fábio Baiano tabelou com Zinho, tocou para Marcelinho Paraíba na área, o atacante só teve o trabalho de tocar para o gol vazio para iniciar a festa gremista em campo.

CORINTHIANS
Maurício; Rogério (Andrezinho), Scheidt, João Carlos e Kléber; Otacílio, Marcos Senna (Pereira), Marcelinho e Ricardinho; Muller (Gil) e Éwerthon
Técnico: Wanderley Luxemburgo

GRÊMIO
Danrlei; Marinho, Mauro Galvão (Alex Xavier) e Roger; Ânderson (Itaqui), Ânderson Polga, Tinga, Zinho e Rubens Cardoso; Luiz Mário (Fábio Baiano) e Marcelinho Paraíba
Técnico: Tite

Local: Morumbi, em São Paulo
Juiz: Antônio Pereira da Silva (GO)
Cartões amarelos: João Carlos, Kléber, Éwerthon e Gil (C); Ânderson, Alex Xavier e Roger (G)
Cartão vermelho: Scheidt (C)
Gols: Marinho aos 42min do primeiro tempo; Zinho a 1min, Éwerthon aos 30min, e Marcelinho Paraíba aos 42min do segundo tempo

Leia mais sobre a Copa do Brasil:

  • Home

  • Calendário

  • Chave

  • Artilheiros

  • Regulamento

  • Campeões

  • História

  • Grupos de discussão

  • Enquete

  • Links




  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página