Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/08/2001 - 16h55

Na volta de Rogério, São Paulo põe fim à invencibilidade do Atlético-PR

Publicidade

da Folha Online

Atuando com um jogador a menos a maior parte do jogo -Belletti foi expulso após desferir um tapa no rosto do atacante Alex Mineiro, aos 14min do primeiro tempo-, o São Paulo acabou com a invencibilidade do então líder Atlético-PR ao superá-lo por 2 a 1, hoje à tarde, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

A partida marcou a volta de Rogério Ceni à meta do time paulista, depois de cerca de um mês suspenso pela diretoria do clube por ter se desentendido com o presidente são-paulino Paulo Amaral. Apesar do longo período afastado, o capitão do time mostrou estar em boa forma técnica.

Os gols foram marcados pelo lateral Lino, aos 2min, e por Kaká, aos 20min do primeiro tempo, para o São Paulo. Kléber, aos 38min do segundo, descontou para o Atlético-PR. Confira os melhores lances do jogo.

Com o resultado, a equipe do Morumbi chega aos 11 pontos ganhos. Já o time paranaense permanece com 13 pontos, em seis jogos disputados.

A tática do mistério adotada pelo técnico Nelsinho Baptista funcionou logo nos minutos iniciais da partida. Com Leonardo e Kaká no meio-campo -Carlos Miguel ficou no banco de reservas-, o São Paulo ganhou em ofensividade e velocidade nos ataques.

Logo aos 2min, Lino foi lançado na corrida pela direita, ele entrou na área e chutou na saída de Flávio, fazendo 1 a 0.

Aos 14min, Belletti se desentendeu com Alex Mineiro e deu um tapa no rosto do jogador atleticano e foi expulso em seguida. Mesmo assim, o São Paulo continuou jogando melhor e utilizando-se bem dos contra-ataques.

Aos 20min, Júlio Batista cobrou escanteio curto para Luís Fabiano, que fez embaixadinha, deu um lençol em seu marcador, tabelou com França e bateu rasteiro. A bola explodiu na trave e sobrou limpa para Kaká aumentar para 2 a 0.

Em velozes, contragolpes, o São Paulo criou mais duas chances claras de gols, desperdiçadas por Júlio Baptista e Leonardo.

Na etapa complementar, os paranaenses aumentaram a pressão e o time paulista fechou-se na defesa, descendo ao ataque apenas na boa. Apesar disso, o Atlético-PR só conseguiu chegar ao seu gol aos 38min, em cabeçada do atacante Kléber, depois de cruzamento da esquerda de Ivan.

No próximo domingo, o São Paulo recebe a Ponte Preta no Morumbi, enquanto o Atlético-Pr tem mais um jogo difícil contra o Vasco, em São Januário, também no domingo.

SÃO PAULO
Rogério; Belletti, Jean, Emerson e Lino; Fábio Simplício, Julio Batista, Leonardo (Douglas) e Kaká; Luis Fabiano e França (Reinaldo)
Técnico: Nelsinho Baptista

ATLÉTICO-PR
Flávio; Igor, Gustavo e Erandir (Ivan); Alessandro, Cocito, Kléberson, Adriano e Fabiano (Souza); Alex Mineiro (Illan) e Kléber
Técnico: Mário Sérgio

Local: Morumbi, em São Paulo
Juiz: Jorge Rabello (RJ)
Gols: Lino, aos 2min, e Kaká, aos 20min do primeiro tempo. Kléber, aos 38min do segundo
Amarelos: Igor, Cocito e Alex Mineiro (A); Luís Fabiano (S)
Vermelho: Belletti

Leia mais:
  • Artilheiros

  • Regulamento

  • Calendário

  • Campeões

  • Curiosidades

  • Classificação

  • História

  • Clubes

  • Divirta-se

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página