Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/02/2002 - 18h09

São Paulo dá susto na torcida, mas ganha em jogo de sete gols

Publicidade

da Folha Online

O São Paulo venceu o Fluminense por 4 a 3 agora à tarde, no Morumbi, numa das melhores partidas do Torneio Rio-São Paulo. Com o resultado, a equipe paulista já tem sete pontos na tabela de classificação.

O técnico Nelsinho Baptista optou pelo esquema 4-4-2 e manteve Souza no time titular. Mais ordenado e bem posicionado em campo no primeiro tempo, o time são-paulino dominou as ações, especialmente pelo lado direito, onde Belletti encontrava facilidades.

As melhores jogadas são-paulinas foram criadas por Kaká, que por várias vezes tabelou com França e criou problemas para a defesa da equipe carioca. Não fossem os erros de finalização, o São Paulo teria saído de campo no intervalo com a vitória. Só que um pênalti, no último minuto, quase provoca injustiça no marcador. Rogério Ceni defendeu a cobrança de Roger.

Na etapa final o São Paulo veio disposto a decidir logo o jogo. Com Gabriel em lugar de Belletti, o time encurralou o Fluminense e não demorou a marcar, num pênalti bem cobrado por França, aos 10min.

A superioridade são-paulina era evidente e o garoto Gabriel _ filho do ex-jogador corintiano Vladimir _ fez um golaço aos 21min, num chute forte de fora da área. Dois minutos depois, Souza roubou a bola e ampliou o marcador.

O Fluminense partiu para cima e se expôs ao contragolpes são-paulinos, mas invariavelmente os atacantes tricolores se atrapalhavam na hora de finalizar ou não percebiam melhores opções de passe, em vez de concluir defeituosamente para o gol.

Aos 28min, num levantamento de Roni, Fábio Mello _ que acabara de entrar _ descontou para o Fluminense. Foi quando Nelsinho tirou Souza para colocar o zagueiro Wilson. Levou uma sonora vaia da arquibancada e ainda teve de escutar os gritos de "burro".

Enquanto o São Paulo desperdiçava contra-ataque atrás de contra-ataque o clube carioca descontou de novo, numa falta cobrada com muita força por Roger aos 39min. Rogério Ceni mal viu a bola, mas se vingaria três minutos depois cobrando, com a habitual categoria, uma falta e fazendo o quarto gol são-paulino.

Rogério voltava para o gol comemorando e Roger, esperto, chutou direto do meio-campo, diminuindo outra vez. Desesperada, a torcida voltou a protestar contra Nelsinho. No último minuto, Fábio Simplício fez falta violenta e foi expulso _ foi a quinta expulsão do São Paulo em quatro partidas.

O Fluminense ainda teria a chance do empate, mas sozinho na grande área o zagueiro César conseguiu cabecear para fora, sem nenhuma marcação.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Belletti (Gabriel), Emerson, Júlio Santos e Gustavo Nery; Fábio Simplício, Maldonado, Kaká e Souza (Wilson); Reinaldo (Sandro Hiroshi) e França. Técnico: Nelsinho Baptista

FLUMINENSE
Murilo; Flávio, Régis, César e Júnior César (Fábio Mello); Sidney (Alex), Marcão, Paulo César e Roger; Caio (Roni) e Magno Alves. Técnico: Oswaldo de Oliveira

LOCAL: Morumbi, hoje à tarde
GOLS: França (pênalti) aos 10, Gabriel aos 21, Souza aos 23, Fábio Mello aos 28, Roger aos 39, Rogério Ceni aos 42 e Roger aos 42 minutos do segundo tempo
JUIZ: Alício Pena Júnior (MG)
CARTÕES AMARELOS: Emerson, Júlio Santos, Kaká, Régis, César e Roger.
CARTÃO VERMELHO: Fábio Simplício
PÚBLICO: 10.538 pagantes

Leia mais sobre os torneios regionais:

  • Rio-São Paulo
    Artilheiros
    Artilheiros da história
    Calendário
    Campeões
    Classificação
    Clubes
    História
    Regulamento

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página