Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/02/2002 - 18h01

São Paulo vence e aumenta a crise do Flamengo

Publicidade

da Folha Online

O São Paulo aumentou a enorme crise do Flamengo ao derrotá-lo por 4 a 2, hoje, no estádio do Maracanã, pelo Torneio Rio-São Paulo. O Flamengo ainda não venceu nos nove jogos que disputou em 2002. Pior: já são seis meses sem vencer no Maracanã.

Para o São Paulo, a partida representou uma boa oportunidade para se redimir da derrota de 1 a 0 sofrida na última quarta-feira para o Treze de Campina Grande, 1 a 0, pela Copa do Brasil. A equipe de Nelsinho Baptista jogou bem e mereceu o resultado.

O técnico Nelsinho Baptista cumpriu o que havia prometido no último treino antes da partida e sacou dois titulares, o lateral-dreito Belletti e o atacante Reinaldo, que não estavam jogando bem.

Como já era esperado, Gabriel entrou na vaga de Belletti. No lugar de Reinaldo, a surpresa de Nelsinho: Fábio Simplício. Com cautela, o treinador são-paulino optou por escalar seis jogadores no meio-de-campo, liberando Kaká para encostar um pouco mais em França.

A tática deu certo. O São Paulo dominou completamente os trinta primeiros minutos marcando com eficiência e defendendo com competência e organização.

Aos 11 minutos, após uma cobrança de escanteio, o zagueiro Jean ajeitou de cabeça para Gustavo Nery, que acertou um chute cruzado de fora da área e abriu o placar.

O São Paulo poderia ter ampliado o placar aos 25 minutos. França tabelou com Fábio Simplício, que foi derrubado dentro da área por Juan. França se encarregou da cobrança, mas Júlio César defendeu.

A defesa de Júlio César animou um pouco seus companheiros de Flamengo, que, enfim, mostraram um pouco de vontade. Foram duas chances desperdiçadas na etapa inicial. Leandro Machado, aos 29, de cabeça, e Fernando, aos 38, exigindo uma ótima defesa de Rogério Ceni.

O Flamengo chegou ao empate aos 14 minutos da etapa final. Petkovic recebeu a bola na esquerda e bateu com categoria sem chance de defesa para Rogério Ceni.

Mas o Flamengo não conseguiu manter o nível e permitiu que o São Paulo marcasse dois gols rapidamente. Aos 22, França foi derrubado por Valnei. Ele mesmo cobrou e colocou o São Paulo novamente em vantagem.

Um minuto depois, França arrancou num contra-ataque e tocou na saída de Júlio César. Juninho Paulista diminuiu aos 35, mas Wilson definiu o resultado três minutos depois.

FLAMENGO
Júlio César; Maurinho, Juan, Fernando (Valnei) e Athirson; Leandro Ávila, Leonardo, Felipe Melo (Edmílson) e Petkovic; Juninho Paulista e Leandro Machado (Andrezinho).
Técnico: João Carlos.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Émerson, Jean e Wilson; Gabriel, Maldonado, Fábio Simplício (Lúcio Flávio), Kaká, Souza e Gustavo Nery; França (Sandro Hiroshi).

Gols: Gustavo Nery, aos 11 minutos do primeiro tempo; Petkovic, aos 14, França, aos 23 e aos 24, Juninho Paulista, aos 35, e Wilson, aos 38 minutos da etapa final.
Juiz: Heber Roberto Lopes (PR).
Cartões amarelos: Kaká, Leonardo, Émerson, Juan, Wilson, Gustavo Nery e Juninho Paulista.
Local: estádio do Maracanã, hoje.

Leia mais sobre os torneios regionais:

  • Rio-São Paulo
    Artilheiros
    Artilheiros da história
    Calendário
    Campeões
    Classificação
    Clubes
    História
    Regulamento
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página