Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/04/2002 - 23h45

Corinthians bate o Cruzeiro no Mineirão e avança na Copa do Brasil

Publicidade

da Folha Online

O Corinthians, qua havia empatado a primeira partida em 2 a 2, conseguiu vencer o Cruzeiro por 3 a 2, em Belo Horizonte e alcançou as quartas-de-final da Copa do Brasil. Na próxima fase o Corinthians enfrentará o Paraná, que eliminou o Botafogo-RJ.

Mesmo necessitando da vitória a partida começou "morna" e o Corinthians não se arriscava tanto no ataque e passou alguns apuros com o ataque da equipe mineira, que entrava tocando pelo meio da grande área.

Ainda no primeiro tempo o Corinthians perdeu Scheidt, depois do zagueiro levar uma entrada dura, por trás, do atacante Jussiê. O jogador saiu de maca e segundo informou o médico do Corinthians, Joaquim Grava, levará de 4 a 5 semanas para retornar aos gramados, já que o zagueiro terá que operar o tornozelo por ter sofrido uma fratura no local.

Orientado pelo técnico Carlos Alberto Parreira, o Corinthians começou a arriscar chutes de longa distância para tentar furar o bloqueio do Cruzeiro.

Aos 15min do segundo tempo, o volante Fabrício abriu o placar com chute de fora da área. Foi o primeiro gol do jogador na Copa do Brasil.

Depois do gol, o meia Renato, que deu a vitória para o Corinthians sobre o São Paulo no fim-de-semana, entrou no lugar de Gil e empurrou ainda mais a equipe para o ataque.

Renato armou toda a jogada para o segundo gol. O meia tocou para Kléber, que levantou para Deivid, de cabeça, marcar o seu sexto gol na competição e assumir a artilharia da Copa do Brasil ao lado de Edil do Confiança.

O terceiro gol da partida também saiu dos pés de Renato, que também arriscou de longa distância e conseguiu ampliar o placar.

Faltando cinco minutos para o término da partida, o Corinthians se acomodou e acabou sofrendo dois gols. O primeiro com Joãozinho, que ganhou de cabeça do zagueiro Anderson e o segundo com uma falha de Fábio Luciano, que acabou desviando a bola e mandando para o próprio gol.

Mesmo com o susto no final do jogo, os corintianos comemoraram muito a classificação em Belo Horizonte.

"Tocamos bem a bola e conseguimos fazer o que o Parreira determinou. O principal foi não termos tomado gol no primeiro tempo, com isso conseguimos fazer o placar", explicou o volante Vampeta.

Com a vitória e a classificação, o Corinthians ganha um ânimo a mais para o clássico contra o arquiinimigo, o Palmeiras, no domingo, pelo Torneio Rio-São Paulo.

CRUZEIRO:
Jefferson; Maicon, Luisão, Marcelo Batatais (Tiago) e Sorín; Ricardinho, Ausgusto Recife, Ruy (Joãozinho) e Jorge Wagner; Jussiê (Lúcio) e Edílson.
Técnico: Marco Aurélio.

CORINTHIANS:
Dida; Rogério, Scheidt (Anderson), Fábio Luciano e Kléber; Vampeta, Fabrício e Ricardinho; Deivid, Leandro (Fabinho) e Gil (Renato).
Técnico: Carlos A. Parreira.

Gols: Fabrício aos 15min, Deivid aos 26min e Renato aos 29min, Joãozinho aos 41min e Fabio Luciano (contra) aos 44min do segundo tempo.
Cartões amarelos: Jussiê (C), Lúcio (C), Kléber (Cor) e Leandro (Cor)
Local: estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.
Juiz: Antonio Pereira da Silva (GO).

Saiba tudo sobre a Copa do Brasil:
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página