Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/04/2002 - 23h34

Grêmio vira no último minuto e bate o River em Buenos Aires

Publicidade

da Folha Online

Após a desconcertante derrota de 5 a 1 para o Atlético-PR, no último sábado, no Olímpico, na abertura das semifinais da Copa Sul-Minas, o Grêmio se reabilitou hoje e bateu o River Plate por 2 a 1, em Buenos Aires, pela partida de ida das oitavas-de-final da Libertadores.

O resultado dá a vantagem da equipe gaúcha jogar pelo empate na partida de volta, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. Foi o segundo triunfo consecutivo do time de Tite contra o rival, em Buenos Aires. No ano passado, o Grêmio bateu o River Plate por 4 a 2, pela Mercosul.

Após um primeiro tempo sem gols, o River Plate abriu o placar logo a 1min da etapa final com Coudet, que chutou de fora e foi beneficiado pelo desvio na zaga, que enganou o goleiro Eduardo Martini. A vantagem argentina, no entanto, durou pouco tempo.

Aos 12min, em jogada que teve participação do atacante Luizão _foi a primeira vez que o jogador inicia uma partida desde o início pelo Grêmio [antes, Luizão jogou meio tempo contra o Cruzeiro, pela Sul-Minas]_, Tinga chutou forte para as redes do gol de Comizzo.

A virada veio aos 45min. O lateral-esquerdo Gilberto recebeu de Fernando, entrou na área e bateu sem chances para Comizzo. Agora, as duas equipes voltam a jogar no dia 2 de maio, em Porto Alegre, e o empate classifica o Grêmio.

Saiba tudo sobre a Taça Libertadores:
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página