Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/05/2002 - 18h13

Com dois gols no final, São Paulo derrota o Palmeiras

Publicidade

da Folha Online

Num jogo onde sobrou vontade, marcação e muita determinação tática, mas faltou habilidade e principalmente um bom nível técnico, o São Paulo só venceu o Palmeiras graças a dois gols no fim da partida (Reinaldo e Fábio Simplício), hoje, em São Caetano, no primeiro confronto entre as duas equipes pelo Superpaulista.

A partida marcou a estréia do técnico Oswaldo de Oliveira no comando do São Paulo. Os dois clubes voltam a se enfrentar na próxima quarta. Um empate classifica o time do Morumbi para a final do Superpaulista. Vitória de 2 a 0 do Palmeiras leva a decisão da vaga para os pênaltis.

Sem os seus principais jogadores que disputaram o Torneio Rio-São Paulo e a Copa do Brasil, Palmeiras e São Paulo fizeram um jogo sofrível. Confira o lance a lance do clássico.

No primeiro tempo, as melhores chances de gol só surgiram de bola parada, nas cobranças de falta, e nos chutes de longa de distância. Aos 43min, Adriano, o melhor jogador do São Paulo na partida, chutou e quase abriu o placar. A falta de criatividade das duas equipes prosseguiu até o final do primeiro tempo.

Os dois times voltaram mais dispostos e o jogo, enfim, ganhou em qualidade. Aos 10min, Rafael recebeu a bola na cara de Sérgio, mas bateu para fora. O São Paulo seguiu pressionando, e Dill, aos 20min, por pouco não acertou a trave de Sérgio.

Com Juninho no meio no lugar de Magrão, a equipe de Parque Antarctica ganhou em velocidade e assustou Roger aos 25min, num chute de Célio, jogador que atuava no Palmeiras B.

Mas as melhores oportunidades eram do São Paulo. Quando o jogo dava a impressão que ficaria na igualdade, a equipe treinada por Oswaldo de Oliveira desencantou.

Aos 40min, Sérgio defendeu o chute de Adriano parcialmente. No rebote, Reinaldo mandou para o gol. Desesperado, o Palmeiras partiu para o ataque e se descuidou da defesa. Melhor para Fábio Simplício. O volante recebeu a bola dentro da área e tirou do goleiro Sérgio, liquidando o time de Parque Antarctica.

PALMEIRAS
Sérgio; Taddei, Alexandre, César e Misso; Paulo Assunção, Célio, Magrão (Juninho) e Lopes (Pedro); Muñoz e Christian (Itamar)
Técnico: Wanderley Luxemburgo

SÃO PAULO
Roger; Rafael, Jean, Reginaldo (Émerson) e Gustavo Nery; Maldonado, Fábio Simplício, Adriano e Lúcio Flávio (Júlio Baptista); Dill (Sandro Hiroshi) e Reinaldo
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: São Caetano
Juiz: Romildo Corrêa (SP)
Gols: Reinaldo, aos 40min, e Fábio Simplício, aos 48min, do segundo tempo

Saiba tudo sobre o Campeonato Paulista:
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página