Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/06/2002 - 09h50

Brasil conquista o penta e amplia a hegemonia no futebol mundial

Publicidade

EDUARDO VIEIRA
da Folha Online

Nunca antes uma final de Copa do Mundo teve tanto valor histórico. Em confronto inédito entre as duas maiores seleções de todos os tempos, o Brasil venceu hoje a Alemanha por 2 a 0 e se tornou o primeiro e único país pentacampeão mundial de futebol. Confira os melhores lances.

Na primeira Copa do terceiro milênio, primeira no continente asiático e também a primeira a ser dividida entre dois países (Coréia do Sul e Japão), o time comandado por Luiz Felipe Scolari ampliou e consolidou ainda mais o domínio brasileiro no esporte mais popular do planeta, além de ofuscar o fiasco da decisão da Copa-98, com a traumática derrota para os franceses.

Pivô do fracasso na última edição _teve uma crise nervosa antes da final_, Ronaldo foi o herói da conquista no estádio de Yokohama, no Japão.

Além de marcar os dois gols da vitória, proporcionou o primeiro título brasileiro conjugado com a artilharia da competição _balançou a rede oito vezes em sete jogos e igualou Pelé em número de gols em Copas, com 12.

A vitória em solo asiático mantém o Brasil como o único a ter conquistado títulos em todos os continentes onde a Copa já foi disputada _levantou a taça também na Europa (Suécia-58), América do Sul (Chile-62) e América do Norte (México-70 e EUA-94).

Com o pentacampeonato, a América do Sul retoma a liderança em número de conquistas contra a Europa, com nove contra a oito.

A disputa entre brasileiros e alemães serviu como verdadeiro "tira-teima" entre os dois times mais efetivos dos 72 anos de Copas.

Ambos monopolizam a primeira e a segunda colocações em quase todos os rankings que contabilizam os números históricos do Mundial, sempre com vantagem brasileira.

Mesmo sem nunca terem se encontrado antes, estiveram em 13 das 17 decisões de Mundiais _sete cada um, contando o jogo deste domingo.

São disparado os dois times que mais entraram em campo em Copas, com 87 jogos do Brasil e 85 da Alemanha _a Itália é a que mais se aproxima, com 70 partidas.

A vitória deste domingo foi a 60ª da seleção em Mundiais, contra 50 dos alemães. A "dobradinha" acontece também em número de pontos conquistados (194 contra 168), gols pró (191 a 176), saldo de gols (109 a 70), aproveitamento (74,3% a 65,8%) e participações (17 a 15).

Em uma Copa marcada por "zebras" e eliminações precoces de favoritos, o Brasil chegou ao título com uma campanha brilhante _e surpreendente.

Em pouco mais de um ano, o futebol brasileiro saiu de sua maior crise da história, com duas CPIs investigando o esporte no Congresso, passou por seus piores fracassos dentro de campo, com vexames como a eliminação da Copa América-2001 e a campanha agonizante nas eliminatórias, para alcançar a maior glória já atingida.

Personagem principal na reviravolta, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou na manutenção do ambiente no grupo, na insistência e ainda contou com a sorte.

Contra a vontade popular, o gaúcho alijou da equipe o atacante Romário, que teve lobby até mesmo do presidente Fernando Henrique Cardoso, e outros "bad boys", como o meia Djalminha.

O resultado foi o grupo que ficou conhecido como "família Scolari". O próprio presidente da CBF, Ricardo Teixeira, atestou não ter visto vínculo entre jogadores e técnico parecido desde que assumiu o cargo, em 1989.

Beneficiada por ficar no grupo mais fraco da primeira fase, a seleção teve o privilégio de poder acertar o time durante a competição.

A sorte acompanhou o Brasil também nos mata-matas, já que as equipes que seriam os maiores obstáculos no caminho até a final _Argentina e França_ não passaram nem mesmo da fase de classificação. A equipe mais forte no trajeto brasileiro foi a Inglaterra, adversária das quartas-de-final.

A insistência do técnico no esquema 3-5-2, que foge às tradições do futebol brasileiro, só foi recompensada na reta final da competição. Setor crítico na primeira fase, a defesa só mostrou alguma segurança nos quatro últimos jogos.

Apesar da conquista, o contrato de Scolari termina neste domingo. O treinador estuda uma proposta de Ricardo Teixeira para permanecer.

  • Saiba tudo sobre o Brasil

    Leia também:

  • Ronaldo iguala Pelé e traz o pentacampeonato
  • Brasil conquista o penta e amplia hegemonia no futebol mundial
  • Teimosia de Scolari é recompensada após a Copa
  • Nos clubes, treinador faz da eficiência sua meta
  • Dentro de campo, Scolari era um zagueiro limitado
  • Conheça toda a "família Scolari"
  • Confira a lista de gafes dos árbitros no Mundial-2002
  • Copa altera a rotina do Ocidente, o maior mercado do futebol
  • Como em 98, venda de ingressos foi problema do início ao fim
  • "Copa das zebras" tenta decretar nova ordem mundial
  • Confira a atuação jogador por jogador do Brasil
  • Copa asiática registra a segunda pior média de gols da história
  • A Copa despede-se dos astros, alguns em definitivo
  • Revelações tentam tirar proveito de sucesso repentino na Copa
  • Confira as revelações do Mundial que buscam novos contratos
  • Fim da Copa dinamiza o mercado do futebol mundial
  • Seleção de Scolari é a primeira a vencer sete jogos em Copas
  • Copa termina marcada por escândalos e gafes das arbitragens
  • América do Sul mantém supremacia em finais contra a Europa
  • Seleção brasileira obtém 60ª vitória em Copas, a 40ª contra europeus
  • Família de Rivaldo comemora título distribuindo comida em PE
  • Kahn, a "muralha" alemã, desmorona na final da Copa
  • Brasileiros vão às ruas e param o país
  • Seleção deixa o Japão nesta segunda e chega primeiro em Fortaleza
  • Novamente, algoz do terceiro colocado é campeão da Copa
  • Silêncio toma conta das principais cidades da Alemanha
  • O que será do nosso amanhã? O futebol poderá responder?
  • "Não era para ser. O Brasil mereceu", diz o alemão Metzelder
  • FHC diz que "as lágrimas de Ronaldo são as lágrimas do povo"
  • Torcedores invadem a avenida Paulista para comemorar
  • Na final, Brasil mostra mais pegada e eficiência nas finalizações
  • Olodum comanda a festa em Salvador
  • Ex-técnicos e jogadores atacam dirigentes e exaltam Ronaldo e Scolari
  • Ao levantar a taça, Cafu dedica título à mulher Regina
  • "A união superou as adversidades", desabafa Scolari
  • Copa asiática vê aumento de cartões amarelos e queda de vermelhos
  • Técnico da Alemanha reconhece a superioridade do Brasil
  • TV Globo registra 67 pontos de audiência na decisão
  • Chanceler alemão elogia desempenho de sua equipe
  • Copa asiática termina atormentada por "zebras" e gafes das arbitragens
  • Torcida brasileira faz carnaval em Yokohama e vai à pé ao hotel
  • "Collina não dá sorte para a Alemanha", diz Kahn
  • O título dos talentos


  • Leia mais: Copa do Mundo-2002
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página