Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/09/2000 - 17h39

Líderes, Goiás e São Paulo empatam em jogo emocionante

Publicidade

da Folha Online

Duas bolas na trave, grandes defesas dos dois goleiros e quatro gols. Em um jogo emocionante, São Paulo e Goiás empataram hoje em 2 a 2, no estádio Serra Dourada, e mostraram por que são os atuais líderes da Copa João Havelange, com 26 pontos cada _só que o time paulista tem dois jogos a menos.

O atacante Araújo e o veterano Evair marcaram os gols para o Goiás, e Marcelo Ramos e Ilan fizeram para a equipe do Morumbi.

Com o resultado, o São Paulo manteve o tabu de nunca ter perdido para o Goiás no estádio Serra Dourada.

O jogo começou com ritmo bastante acelerado, com o São Paulo criando a primeira oportunidade de gol logo aos 9min, com Fábio Simplício acertando um chute no travessão.

O Goiás respondeu no minuto seguinte, com o lateral-esquerdo Marquinhos batendo forte e assustando o goleiro Rogério.

Depois, mais duas chances. A primeira com o atacante Araújo, que chutou por cima de Rogério, e a outra com o meia Beto, que arrancou do meio-campo, driblou dois adversários, mas tocou para fora, rente à trave do goleiro goiano.

Aos 26min, Dill, artilheiro do Nacional com 13 gols, fez boa jogada pelo setor direito e tocou para Luiz Fernando. O meia bateu no ângulo, mas Rogério espalmou. No rebote, Dill rolou para Araújo, que marcou o primeiro do Goiás.

Na segunda etapa, o time da casa, mesmo com vantagem no placar, continuou pressionando, enquanto o São Paulo lutava para empatar a partida.

Depois de cruzamento de Pimentel, Marcelo Ramos acertou o travessão _a segunda bola na trave do time paulista no jogo.

Aos 16min, o goleiro Rogério fez três defesas espetaculares. Na primeira, defendeu um chute de Dill e, no rebote, espalmou uma batida de Araújo. No escanteio, tirou a bola em cima da linha após cabeçada do zagueiro Silvio Criciúma.

Aos 29min, Illan _que entrou no lugar ed Carlos Minguel_ driblou dois zagueiros e bateu forte. O goleiro Harlei ainda tocou na bola, mas não conseguiu impedir o gol do Goiás.

Dois minutos depois, Araújo driblou Fábio Simplício e tocou para Evair. O veterano atacante bateu de primeira, no ângulo para fazer 2 a 1.

Aos 34min, Beto fez um lançamento perfeito para Marcelo Ramos na direita. O atacante cruzou para área e Sandro Hiroshi tocou para o gol, empatando a partida.

Aos 41min, Rogério mais uma vez fez grande defesa ao espalmar um chute de Marquinhos.

GOIÁS
Harlei; Luciano Baiano, Sílvio Criciúma , Índio (Júlio César) e Marquinhos; Túlio, Josué, Danilo (Evair) e Luiz Fernando (Marabá); Dill e Araújo
Técnico: Hélio dos Anjos

SÃO PAULO
Rogério; Pimentel, Wílson, Ayala e Gustavo Nery; Beto, Fábio Simplício, Carlos Miguel (Ilan) e Souza (Júlio Baptista); Sandro Hiroshi (Axel) e Marcelo Ramos
Técnico: Levir Culpi

Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia
Juiz: Márcio Rezende de Freitas (MG)
Renda e público: não divulgados
Cartões amarelos: Luiz Fernando, Sílvio Criciúma (G) e Beto (SP)
Gols: Araújo, aos 26min do 1º tempo, Illan aos 29min, Evair aos 32min e Sandro Hiroshi, aos 34min do 2º tempo.

Leia mais sobre a Copa João Havelange

Leia mais sobre esporte na Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página