Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/06/2000 - 18h49

De falta, São Paulo é campeão paulista

Publicidade

da Folha Online

Moacyr Lopes Junior

Rogério comemora 1º gol do São Paulo

Com dois gols de falta_ um do goleiro Rogério e outro de Marcelinho_, o São Paulo empatou em 2 a 2 neste domingo, no Morumbi, e conquistou o título do Campeonato Paulista. O colombiano Rincón e Dodô fizeram os gols santistas.

O São Paulo podia perder por até um gol de diferença que ficaria com o título. No primeiro jogo, no último sábado (10), o time do Morumbi venceu por 1 a 0 com um "gol relâmpago" de França_ que não entrou em campo hoje_, aos 44s.

O jogo começou muito nervoso. Nos primeiros minutos, Robert e Vágner se desentenderam; em seguida foi a vez de Rincón e Edu trocarem empurrões.

A primeira oportunidade gol surgiu logo aos 4min do jogo. Robert cruzou da esquerda, Rogério Pinheiro se atrapalhou ao tentar cortar e quase marcou contra; Rogério fez grande defesa.

A partida continuou muito movimentada. Nos contra-ataques, sempre contando com a velocidade de Marcelinho, o São Paulo criou boas oportunidades, mas não conseguiu finalizar.

O Santos abriu o placar aos 29min; O lateral Baiano cruzou da direita, o ex-são-paulino Dodô cabeceou e a bola só entrou porque desviou em Belletti.

O São Paulo empatou a partida aos 39min. O goleiro Rogério cobrou uma falta da entrada da área no ângulo para fazer 1 a 1. A bola tocou no travessão antes de entrar.

No segundo tempo o Santos voltou pressionando o São Paulo. Aos 8min, Rincón entrou na área, driblou três jogadores do São Paulo e sofreu pênalti de Vágner. Ele mesmo cobrou e fez 2 a 1.

Após o gol, o Santos continuou pressionando. Aos 13min Anderson bateu de fora da área e Rogério defendeu.

O técnico Levir Culpi fez duas alterações no São Paulo para tentar equilibrar a partida_ Sandro Hiroshi no lugar de Evair, e Carlos Miguel na vaga de Edu. Carlos Miguel deu mais movimentação ao meio-campo são-paulino.

O São Paulo empatou a partida aos 23min, novamente em uma cobrança de falta. Marcelinho cobrou no ângulo; o goleiro Carlos Germano ainda tocou na bola.

Aos 31min, o volante Anderson, que já tinha recebido cartão amarelo por uma falta em Vágner, foi expulso ao fazer falta em Marcelinho.

Após a expulsão do volante, o técnico Giba, do Santos, colocou o zagueiro Márcio Santos no lugar do atacante Caio, avançando o zagueiro Claudiomiro para tentar corrigir o posicionamento do meio-campo da equipe, mas o São Paulo soube aproveitar a vantagem de ter um jogador a mais em campo.

No final da partida, o São Paulo ainda perdeu duas oportunidades de gol com Sandro Hiroshi e Fabiano, que entrou no lugar de Raí.

Leia mais sobre esporte na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online



 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página