Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/04/2003 - 19h59

Sem "frescuras", Santos derrota Flamengo no Maracanã

da Folha Online

Os jogadores do Santos atenderam ao pedido do técnico Emerson Leão e acabaram com a 'irregularidade' e as 'frescuras' na vitória deste domingo diante o Flamengo, por 2 a 0, em pleno Maracanã, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Durante a semana, o técnico da equipe da Baixada Santista criticou o elenco por estar entrando em campo sem objetividade e chegou a ameaçar barrar jogadores considerado astros do time. Segundo Leão, a displicência foi o principal motivo da eliminação do clube no Campeonato Paulista _terminou em nono na classificação geral e ficou de fora das quartas-de-final.

Com o triunfo, o Santos chegou a sua segunda vitória no Nacional e assumiu a quarta colocação, com oito pontos. O Flamengo, que também está com oito, fica na quinta posição, já que o time paulista possui um gol a mais de saldo.

Mesmo jogando fora de casa e contra mais de 45 mil torcedores flamenguistas, o Santos não se intimidou e assumiu o comando da partida logo no início.

O Santos teve a primeira chance de abrir o marcador aos 13min. O zagueiro André Luiz lançou Elano, o meia invadiu a área, driblou Júlio César, mas na hora de concluir, deixou o goleiro carioca se recuperar e fazer uma defesa parcial. No rebote, Ricardo Oliveira também perdeu uma grande oportunidade, ao chutar a bola, cruzado, para fora.

Mas cinco minutos depois o clube paulista chegou ao primeiro gol. Após um tabela entre Léo e Diego, o lateral-esquerdo invadiu a área e tocou na saída do goleiro Júlio César.

O Flamengo, que estava com o meio-campo desorganização, devido a má apresentação de Felipe, só conseguiu responder aos 30min. Fernando Baiano chutou forte de fora da área e o goleiro Fábio Costa espalmou para o escanteio.

Após o intervalo, os donos da casa voltaram dispostas a reverter o marcador. O técnico Nelsinho Baptista deixou o time mais ofensivo ao colocar Andrezinho no lugar de André Gomes.

Mas a alteração não surtiu efeito e aos 15min o Santos ampliou. Diego cobrou escanteio, a defesa flamenguista falhou e deixou Alex, que estava deitado, tocar para Elano. O meia protegeu a bola, virou o corpo e chutou no canto direito de Júlio César.

Aos 24min ocorreu o lance mais polêmico do jogo. O lateral Athirson alçou a bola na área, Fernando Baiano tocou com coxa e Alex salvou em cima da linha. Os jogadores do Flamengo pediram gol, mas o juiz mineiro Alicio Pena Júnior mandou seguir o jogo.

Com a vitória garantida, o Santos se preocupou apenas em tocar a bola para manter o resultado até o apito final.

O Santos volta a jogar pelo Brasileiro no próximo domingo, quando receberá o Fortaleza, na Vila Belmiro. O Flamengo jogará contra outra equipe paulista, desta vez o adversário será o Corinthians, no Pacaembu.

FLAMENGO
Júlio César, Luciano, Fernando, André Bahia e Athirson; Fabinho, André Gomes (Andrezinho), Felipe e Fernando Diniz (Cássio); Fernando Baiano e Jean
Técnico: Nelsinho Baptista

SANTOS
Fábio Costa, Reginaldo Araújo, Alex, André Luís e Léo (Rubens Cardoso); Paulo Almeida, Alexandre (Daniel), Diego e Elano (Fabiano); Robinho e Ricardo Oliveira
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Público e renda: 45.937 pagantes (R$ 383.851)
Juiz: Alicio Pena Júnior (MG)
Cartões amarelos: Reginaldo Araújo, Elano, Alexandre, Fabinho e Felipe
Gols: Léo, aos 18min do primeiro tempo; Elano, aos 15min do segundo tempo

Especial
  • Campeonato Brasileiro
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página