Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/05/2003 - 19h50

Santos bate o Inter-RS na Vila e quebra jejum de vitórias

da Folha Online

Depois de quatro jogos sem vitórias _dois pelo Campeonato Brasileiro e dois pela Taça Libertadores_, o Santos voltou a conquistar três pontos neste domingo ao bater o Inter-RS por 2 a 1, de virada, na Vila Belmiro.

Os gaúchos abriram o placar com Edu Silva no primeiro tempo. Na segunda etapa, o atual campeão nacional empatou com Fabiano e William, que foram colocados em campo por Emerson Leão pouco depois do intervalo.

O Santos não vencia uma partida desde o dia 4 de maio, quando fez 3 a 1 no Criciúma. Depois, perdeu para o Cruzeiro (0 a 2) e empatou com Nacional e Cruz Azul (2 a 2) e Juventude (1 a 1).

A vitória fez a equipe da Baixada chegar aos 18 pontos e se manter em terceiro lugar, posição em que iniciou esta décima rodada. Mas agora a diferença para o Inter caiu para um ponto, e para o líder Cruzeiro despencou para três _os mineiros perderam para o Vitória por 2 a 1.

O jogo

O Inter começou a partida impondo um forte ritmo. O Santos não conseguia fugir da pressão e ficou acuado. Aos 10min, após falha da defesa santista, Nilmar saiu cara a cara com Júlio Sérgio, mas o goleiro evitou o gol ao espalmar para escanteio.

Nem com o susto inicial os donos da casa acordaram. O único lance de perigo da equipe da Baixada foi aos 27min, quando Robinho acertou a trave direita de Clemer. Os gaúchos continuavam melhor na partida e o gol era uma questão de tempo.

Aos 39min, Nilmar obrigou Júlio Sérgio a fazer outra boa defesa. Mas aos 44min, após bela jogada de Daniel Carvalho sobre Paulo Almeida no setor esquerdo, o goleiro santista não conseguiu segurar o chute rasteiro de Edu Silva.

O Santos voltou para a segunda etapa com o ritmo um pouco mais acelerado, mas ainda apresentando um futebol burocrático. Então, aos 10min, trocou dois de uma vez. Colocou os meias Wellington e Fabiano, e tirou Nenê e Reginaldo Araújo.

No minuto seguinte, Fabiano, revelado pelo São Paulo e com passagens por Lusa e pelo próprio Inter-RS, desviou de cabeça uma cobrança de escanteio de Diego e empatou. Foi seu primeiro gol com a camisa santista.

O gol da virada saiu de uma roubada de bola de Robinho no campo de defesa do Santos. O atacante então arrancou para o ataque, tabelou com Diego e cruzou para a área. Renato ajeitou para William, e o atacante dominou e marcou.

O Inter ainda pressionou, acertou a trave de Júlio Sérgio em uma cabeçada de Diego, mas não conseguiu empatar.

SANTOS
Júlio Sérgio; Reginaldo Araújo (Fabiano), Alex, Pereira e Léo; Paulo Almeida, Renato, Nenê (Wellington) e Diego; Robinho e Douglas (William)
Técnico: Emerson Leão

INTER-RS
Clemer; Gavilán, Fernando Cardozo, Vinícius e Edu Silva (Diego); Sangaletti; Claiton e Cleiton Xavier (Júnior); Daniel Carvalho, Geninho (Cleitão) e Nilmar
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio da Vila Belmiro, em Santos
Juiz: Lourival Dias Lima Filho (BA)
Cartões amarelos: Reginaldo Araújo, Paulo Almeida, Renato, Robinho e Fabiano (S); Daniel Carvalho, Edu Silva (I)
Gols: Edu Silva, aos 44min do primeiro tempo; Fabiano, aos 11min, e William, aos 33min da segunda etapa

Especial
  • Campeonato Brasileiro

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página