Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/11/2003 - 17h59

De virada, Santos derrota a Ponte e continua sonhando com o bi

Publicidade

da Folha Online

O Santos derrotou de virada a Ponte Preta por 4 a 3, em Campinas, e continua na luta pelo bicampeonato brasileiro. O time de Émerson Leão chegou aos 82 pontos, seis a menos que o Cruzeiro, que venceu o Vasco por 1 a 0. Foi a nona vez no torneio que a equipe da Baixada Santista ganhou uma partida depois de começar perdendo.

Como as duas equipes precisavam da vitória, o jogo foi aberto e com muitas chances de gol no primeiro tempo. O Santos teve a primeira aos 3min, em lance de Léo, que invadiu a área pela esquerda, mas foi travado pelo goleiro Lauro na hora do chute.

A Ponte respondeu aos 9min, com Marquinhos, que avançou pela direita e cruzou para Dario Gigena. Alex, bem colocado, afastou a bola para escanteio. Na cobrança de Piá, Rodrigo subiu mais alto que a zaga santista e fez 1 a 0. No minuto seguinte, Ronildo, sozinho dentro da área, chutou por cima do gol de Júlio Sérgio.

Aos 21min, Fabiano obrigou o goleiro Lauro a fazer grande defesa. Dois minutos depois, no entanto, saiu o empate santista, com Elano, que recebeu passe de Diego e bateu cruzado.

Aos 33min, a Ponte ficou novamente em vantagem. Jean, o melhor da equipe no primeiro tempo, dominou a bola e arriscou um chute da entrada da área. A bola desviou na perna esquerda de Alex e enganou o goleiro Júlio Sérgio, que nada pode fazer.

O Santos não desanimou e Robinho, em jogada individual, quase empatou aos 35min. Ele passou por dois marcadores e bateu forte. A bola passou raspando o travessão de Lauro. Nove minutos depois, Diego foi derrubado por Rodrigo dentro da área. Pênalti bem marcado e bem cobrado por Diego, que deixou tudo igual no marcador, aos 46min.

No segundo tempo, a Ponte começou melhor. Aos 13min, Conceição arriscou de fora da área, a bola desviou em André Luís e acertou a trave esquerda de Júlio Sérgio. Três minutos depois, o Santos ficou em vantagem pela primeira vez na partida, com Diego, após falha de Rodrigo.

A Ponte Preta não se entregou e Luizinho Vieira, aos 30min, empatou novamente. A esta altura da partida, a equipe de Campinas já jogava com quatro atacantes. Isso enfraqueceu a defesa e o Santos soube se aproveitar disso. Aos 32min, Renato fez o quarto gol santista. Na última chance da equipe campineira, Rodrigo chutou e Júlio Sérgio defendeu.

Na 43ª rodada, o Santos recebe o Fluminense na Vila Belmiro. Já a Ponte Preta enfrenta o Coritiba, no Paraná.

PONTE PRETA
Lauro; Gabriel, Rafael Santos, Rodrigo e Marquinhos (Vaguinho); Conceição, Piá (Luizinho Vieira), Ronildo (Lucas) e Nenê; Jean e Dario Gigena
Técnico: Abel Braga

SANTOS
Júlio Sérgio, Neném (Reginaldo Araújo), Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano (Jerri) e Diego (Daniel); Robinho e Fabiano
Técnico: Émerson Leão

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Juiz: Cléber Wellington Abade (SP)
Cartões amarelos Piá, Gabriel e Conceição (P); Andre Luís, Jerri e Elano (S)
Gols: Rodrigo, aos 10min, Elano, aos 23min, Jean, aos 33min e Diego, aos 46min do primeiro tempo. Diego, aos 16min, Luizinho Vieira, aos 30min e Renato, aos 32min do segundo tempo

Especial
  • Campeonato Brasileiro

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página