Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/12/2003 - 18h16

Grêmio empata e decide rebaixamento na última rodada

Publicidade

da Folha Online

O Grêmio terá que defender a sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro na última rodada. No jogo da tarde deste domingo, o clube gaúcho, que chegou a estar duas vezes à frente no marcador, empatou por 2 a 2 com o Santos, na Vila Belmiro.

Com o resultado, o Grêmio, que jamais venceu o time da Baixada Santista no estádio do rival em Brasileiros --perdeu nove das onze partidas disputadas--, segue próximo da zona de rebaixamento, na 22ª colocação, com 47 pontos.

Para permanecer na elite do futebol brasileiro em 2004, o Grêmio, que já foi rebaixado em 1991, terá que vencer o Corinthians, no estádio Olímpico, em Porto Alegre, na rodada de encerramento. Caso empate ou perca, terá que torcer por tropeços da Ponte Preta (23º) e Bahia (24º).

O técnico Adílson Baptista não poderá contar com Claudiomiro, Tinga e Leanderson, que receberam o terceiro cartão amarelo neste domingo. Baloy, expulso, também desfalacrá o time.

O Santos, que já assegurou sua vaga para a Libertadores da América 2004 ao conquistar o vice-campeonato, está com 86 pontos e enfrentará o Vasco, em São Januário.

O jogo

Mesmo atuando fora de casa, o Grêmio partiu para o ataque e quase abriu o marcador aos 5min do primeiro tempo. O atacante Christian recebeu a bola fora da área e chutou fraco. O goleiro Júlio Sérgio se complicou e espalmou para fora.

O Santos respondeu no minuto seguinte. Em uma cobrança de falta próxima à área, o zagueiro Alex chutou forte e bola passou raspando a trave do gol de Eduaro Martini.

A equipe da Baixada Santista seguiu pressionando e voltou a assustar a torcida adversária, que fretou cerca de 30 ônibus para ir a Santos, aos 8min. Robinho fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e tocou para William. Sozinho, o atacante santista chutou fraco e facilitou a defesa de Martini.

Quatro minutos depois, ocorreu o lance mais polêmico da partida. O lateral-direito Reginaldo Araújo tentou cruzar na área, o goleiro Eduardo Martini escorregou no momento da defesae e caiu com a bola quase dentro do gol. Os jogadores santista pediram o gol, mas o juiz Alício Pena Júnior mandou seguir a jogada.

Aos 13min, o zagueiro André Luiz cobrou falta com força e o goleiro gremista espalmou para o escanteio. Nove minutos depois, Robinho passou por dois defensores e chutou de fora da área. A bola desviou em Baloy e saiu para escanteio.

Encurralado, o Grêmio passou a utilizar os contra-ataques e teve a oportunidade marcar aos 33min. Gilberto foi lançado, recebeu a bola dentro da área e chutou cruzado. O goleiro Júlio Sérgio fez grande defesa ao espalmar a bola pela linha de fundo.

Mas dois minutos depois, o Grêmio chegou ao primeiro gol do jogo. O lateral-esquerdo Gilberto lançou Christian, o atacante gremista partiu com velocidade e chutou cruzado, sem chances para Júlio César.

Nos acréscimos do primeiro tempo, aos 47min, o Santos empatou. Cobrando falta, o zagueiro Alex chutou forte, a bola quicou no gramado e enganou o goleiro Eduardo Martini, que falhou no lance.

Na etapa complementar, a equipe comandada pelo técnico Emerson Leão seguiu pressionando e quase virou o jogo logo aos 2min. Robinho recebeu na entrada da área e bateu colocado. Mas bola passou rente a trave esquerda do gol de Martini.

Quatro minutos depois, Christian perdeu uma grande oportunidade de colocar o time gaúcho novamente à frente no marcador. Tinga lançou o atacante gremista, que, sozinho, bateu desequilibrado e mandou a bola pela linha de fundo.

Aos 13min o Santos quase virou o jogo. Após boa jogada de Elano, o volante cruzou para Robinho, que cabeceou a bola na trave. Na sequência, o zagueiro panamenho Baloy afastou o perigo.

Pressionado, o Grêmio voltou a utilizar os contra-ataques e marcou o segundo gol aos 19min. O atacante Elton, que havia entrado no lugar de Christian, bateu cruzado e Júlio Sérgio espalmou. No rebote, Bruno só empurrou a bola para o gol vazio.

Melhor em campo, o Santos não se abateu e chegou ao empate aos 27min. Depois de uma cobrança de falta na direita, o goleiro Eduardo Martini saiu errado. A bola sobrou para Renato, que cruzou para Diego cabecear, livre, para o gol.

SANTOS
Júlio Sérgio; Reginaldo Araújo (Wellington), Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Renato, Diego e Douglas; William (Jerri) e Robinho.
Técnico: Emerson Leão

GRÊMIO
Eduardo Martini; Leanderson, Baloy, Claudiomiro e Roger; Gavião, Tinga (Eduardo Marques), Bruno (Adriano) e Gilberto; Cláudio Pitbull e Christian (Elton).
Técnico: Adílson Baptista

Local: estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Juiz: Alício Pena Júnior (MG)
Cartões amarelos: Paulo Almeida e Wellington (S); Bruno, Claudiomiro, Tinga, Gilberto e Leanderson (G)
Cartões vermelhos: Robinho (S) e Baloy (G)
Gols: Christian, aos 35min do primeiro tempo; Alex, aos 47min do primeiro tempo; Bruno, aos 19min do segundo tempo; Diego, aos 27min do segundo tempo

Especial
  • Campeonato Brasileiro
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página