Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/12/2003 - 20h02

Santos e Vasco se despedem do Nacional com empate no Rio

Publicidade

da Folha Online

Santos e Vasco se despediram do Campeonato Brasileiro com um empate por 1 a 1, neste domingo, no estádio de São Januário, no Rio. A equipe paulista terminou o jogo com dois jogadores a menos.

O Santos, que já tinha o vice-campeonato assegurado, finalizou o Nacional-2003 com 87 pontos --13 atrás do campeão Cruzeiro. O Vasco ficou na modesta 17ª colocação, com apenas 54 pontos.

O time paulista teve expulso zagueiro Alex e o meia Elano. Aos 25min do segundo tempo, o defensor santista fez falta violenta em Morais e foi expulso. Elano, por reclamação, também recebeu o vermelho.

Os donos da casa abriram o placar aos 9min do segundo tempo com o atacante Régis. A equipe de Emerson Leão alcançou a igualdade aos 39min com o meia-atacante Fabiano em cobrança de pênalti.

Com o fim do Nacional, o Vasco deve definir na próxima semana Geninho como novo técnico da equipe. O ex-treinador do Corinthians vai substituir Mauro Galvão no comando do time carioca.

"Achei que acertei uns 70% com o Vasco", disse o Geninho à Folha Online. "Não estou nem dando entrevistas, porque falta acertar alguns detalhes", acrescentou o técnico.

VASCO
Fábio; Alex Silva, Henrique, Wescley e Victor Boleta; Coutinho (Anderson), Ygor (Rubens), Rodrigo Souto e Morais; Régis e Valdir.
Técnico: Mauro Galvão

SANTOS
Júlio Sérgio; Reginaldo Araújo (Douglas), Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego (Wellington); Jerri (Júlio César) e Fabiano.
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio de São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Juiz: Alicio Pena Júnior (Fifa-MG)
Cartões amarelos: Coutinho, Alex Silva, Rodrigo Souto (V); André Luís, Diego, Elano, Júlio Sérgio (S)
Cartões vermelhos: Alex e Elano (S)
Gols: Régis, aos 8min, e Fabiano, aos 39min, do segundo tempo

Especial
  • Campeonato Brasileiro

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página