Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/06/2005 - 20h18

Santos volta a repetir erros e apenas empata com o Fortaleza

Publicidade

da Folha Online

O Santos repetiu os inúmeros erros da derrota para o Atlético-PR por 2 a 0, resultado que provocou a desclassificação da equipe da Taça Libertadores, e não saiu do 0 a 0 neste domingo contra o Fortaleza, no estádio Castelão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Santos, que acumula cinco jogos sem vitória, está na sexta posição, com 14 pontos, quatro atrás do líder Botafogo, que perdeu neste domingo para o São Paulo por 1 a 0. Já o Fortaleza sobe para 16º lugar, com oito.

O empate pode aumentar a pressão sobre o técnico Gallo, que já havia sido vaiado após a eliminação na competição sul-americana. Para piorar, o fantasma do técnico Émerson Leão já ronda o atual comandante santista. Leão, que foi campeão brasileiro de 2002 com o Santos, foi demitido recentemente pela diretoria do Vissel Kobe, do Japão.

Ficou evidente também que o time ainda não se acostumou a jogar sem suas principais estrelas. Além de Robinho e Léo, que estão com a seleção brasileira na Copa das Confederações, o Santos não contou com Deivid, que cumpriu suspensão automática pela expulsão na partida contra o Fluminense. Leonardo, que está no Mundial Sub-20, e Paulo César, Fabinho e Zé Elias, contundidos, também não enfrentaram o time cearense.

Ainda lamentando a eliminação da Taça Libertadores, o Santos lembrou o time que perdeu na última quarta-feira para o Atlético-PR. O que se viu no primeiro tempo foi uma equipe com deficiência nos passes e na finalização. Ricardinho, um dos poucos jogadores considerados titulares em campo, teve enormes dificuldades para abastecer o ataque santista.

Quem também não esteve bem em campo foi meia-atacante Giovanni. A melhor jogada do ídolo santista ocorreu somente aos 6min do segundo tempo, quando driblou um zagueiro rival por duas vezes, porém chutou para fora. Já o Fortaleza, que foi superior durante os 90 minutos, desperdiçou as poucas oportunidades reais de gol durante a partida.

Santos e Fortaleza voltam a jogar pelo Nacional no próximo domingo (26). Enquanto a equipe paulista joga contra o São Caetano, no estádio Anacleto Campanella, o clube cearense enfrenta o Atlético-PR, na Kyocera Arena.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o Santos
  • Leia o que já foi publicado sobre o Fortaleza
  • Leia o que já foi publicado sobre o Campeonato Brasileiro
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página