Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/06/2008 - 12h49

Enéas Freire, fundador do Galo da Madrugada, morre em Recife

Publicidade

da Folha Online

O carnavalesco Enéas Freire, fundador do bloco Galo da Madrugada, morreu na madrugada desta segunda-feira (9), aos 86 anos.

Antônio Cruz/Agência Brasil
Enéas Freire, fundador do bloco de Carnaval Galo da Madrugada, morreu em Recife
Enéas Freire, fundador do bloco de Carnaval Galo da Madrugada, morreu hoje em Recife

Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória enquanto estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Albert Sabin, em Recife.

Freire havia sido internado na terça-feira passsada para uma cirurgia de prótese no joelho e apresentou complicações pós-operatórias durante o fim de semana.

Seu corpo está sendo velado no cemitério Parque das Flores, no bairro do Sancho, em Recife. O sepultamento está previsto para as 16h, no mesmo local.

Pai de quatro filhos, Freire, nascido em 2 de dezembro de 1921 na capital pernambucana, era casado com Maria do Carmo Travassos.

O carnavalesco inaugurou o Galo da Madrugada em janeiro de 1978. Na época, os desfiles do Clube de Alegoria Galo da Madrugada, no bairro de São José, contavam com menos de 100 pessoas.

Atualmente, o bloco de Carnaval é considerado o maior do mundo pelo "Guiness Book", o livro dos recordes.

Em sua 31ª e mais recente edição, realizada no início de fevereiro, o Galo da Madrugada chegou a reunir 1 milhão de pessoas, segundo estimativas da Polícia Militar.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página