Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
28/07/2006 - 18h27

Versão em quadrinhos reconta Cinderela com humor negro

Publicidade

FAUSTO SALVADORI FILHO
da Folha Online

Os dois novos lançamentos em mangá da editora Conrad, o ingênuo "Princess Ai" e o provocativo "Cinderalla", são uma oportunidade para o público brasileiro conhecer duas vertentes diferentes dos quadrinhos femininos produzidos do outro lado do mundo.

Enquanto o mercado tradicional norte-americano permanece dominado quase que exclusivamente por títulos voltados ao público masculino, com suas histórias de super-heróis forçudos e heroínas siliconadas, o mercado dos mangás tem um perfil extremamente variado.

Os quadrinhos japoneses produzem revistas segmentadas para homens e mulheres de todas as idades, num mercado repleto de nichos, gêneros e subgêneros. Entre os gibis para mulheres, são mais conhecidos os shoujo (histórias românticas para adolescentes, como a "Princess Ai"), mas também há espaço para produtos bem mais sarcásticos e bizarros, como o conto de humor negro "Cinderalla".

"Cinderalla" lembra um episódio das Garotas Superpoderosas escrito e dirigido por Zé do Caixão. A arte faz o estilo fofo, com um traço estilizado de linhas grossas e arredondadas retratando seres miúdos com imensos olhos negros, mas o estilo bonitinho é usada para contar uma versão pervertida da Gata Borralheira, repleta de sacanagem em mais de um sentido.

Na versão mangá, tanto as irmãs malvadas como o príncipe encantado de Cinderela são zumbis. Em vez de perder um sapatinho de cristal, a protagonista, momentaneamente transformada em morta-viva por sua fada-madrinha, perde o seu olho de vidro.

A autora de "Cinderalla" é a artista Junko Mizuno, cultuada no Japão por misturar elementos do imaginário infantil com situações grotescas. Além de Cinderela, ela já corrompeu A Pequena Sereia e João e Maria, em versões que Walt Disney jamais aprovaria.

Leia mais
  • Courtney Love recria sua vida em mangá para meninas
  • Deus é o vilão em dois lançamentos nos quadrinhos

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre quadrinhos
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página