Marvel anuncia Angelina Jolie, Rachel Weisz e Mahershala Ali na Comic Con

Plataforma de divulgação de estúdios, evento em San Diego tem novidades dos super-heróis

Fã vestida de Capitã Marvel na Comic Con - Matt Winkelmeyer/AFP
Laura Lewer
São Paulo

Muito mais do que um encontro de cosplayers —pessoas vestidas de personagens de ficção—, fãs e criadores de histórias em quadrinhos, a edição de 2019 da Comic Con, em San Diego, entre quinta (18) e domingo (21), foi uma plataforma de novidades e um termômetro do que movimentará a indústria da cultura pop nos próximos anos. 

E, no que depender da Marvel, uma legião de fãs terá motivos para sorrir. Ponto alto da 50ª edição da convenção, o painel do estúdio, no sábado (20), revelou seu calendário de produções para os próximos dois anos.

Com o fim da Saga do Infinito, que reuniu 23 filmes e foi encerrada neste ano com “Homem-Aranha: Longe de Casa”, a Marvel inicia outro ciclo, que marca a quarta fase de seu famoso Universo Cinematográfico.

A maior das surpresas foi apresentada por Natalie Portman, que dá vida a Jane Foster, personagem que será a versão feminina de Thor e empunhará o famoso martelo Mjölnir em “Thor: Love and Thunder”, com previsão de estreia em novembro de 2021.

O longa também abre espaço para outra revolução no universo de Asgard: Tessa Thompson, que interpreta Valquíria, deve ser uma das primeiras heroínas abertamente LGBT na nova fase. 

O presidente da companhia, Kevin Feige, sugeriu que outros projetos também terão personagens coloridos. “Os Eternos”, que chega aos cinemas em 6 de novembro de 2020 com direção de Chloé Zhao terá Angelina Jolie no papel de Thena. 

Outro novo rostos que passa a integrar o hall da fama de super-heróis é o ganhador do Oscar Mahershala Ali, que viverá o famoso caçador de vampiros Blade. O chinês Simu Liu interpretará o mestre de kung-fu Shang-Chi em filme próprio. 

Sequências para as histórias de Doutor Estranho, Pantera Negra, Os Guardiões da Galáxia, Capitã Marvel, Quarteto Fantástico e X-Men também foram anunciadas.

Quem abre os trabalhos é Scarlett Johansson, no primeiro filme solo da Viúva Negra, com estreia marcada para maio de 2020. O longa inaugura o novo ciclo da companhia com nomes como Rachel Weisz e David Harbour no elenco.

Pensando em seu serviço de streaming, o Disney+, que deve ser lançado no fim de 2019, a Marvel ainda anunciou as séries “Falcão e o Soldado Invernal”, “WandaVision”, “Loki”, “What If...?” e “Gavião Arqueiro”.

Com a correria dos anúncios, a notável ausência de Stan Lee, quadrinista que morreu no fim de 2018 e foi responsável pela criação de boa parte dos heróis da companhia, não foi mencionada, mas não passou batida no resto do evento, repleto de homenagens.

Mas a Comic Con não se resumiu apenas à Marvel, e outros estúdios também movimentaram a edição com novidades e despedidas para os fãs de cultura pop. 

No último painel de “Game of Thrones”, encerrada neste ano, o clima era de decepção em relação aos desfechos dos personagens, mas o elenco foi bastante aplaudido. Também foi hora de dizer tchau para as equipes de “Arrow”, “Agents of Shield” e “Sobrenatural”, que seguem para suas últimas temporadas.

A tática de dar um gostinho das produções queridas do público segue. O evento serviu à divulgação do trailer da sexta temporada de “Fear the Walking Dead”; de cenas inéditas de “The Witcher” e “It: Capítulo 2”; do trailer de “Top Gun: Maverick”, com a participação surpresa de Tom Cruise, na apresentação; e de novas imagens da série da HBO baseada na trilogia “Fronteiras do Universo”, além de outras séries, como “Watchmen”, “Star Trek: Discovery” e a nova temporada de “Westworld”.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.