No Grammy, Demi Lovato chora em sua volta à música após overdose

Composição apresentada foi escrita pela própria artista e é um desabafo sobre não ser ouvida

Renata Nogueira
São Paulo | UOL

Demi Lovato fez uma das performances mais emocionantes do Grammy, principal prêmio da música, que ocorreu em Los Angeles neste domingo (26). Às lágrimas, a cantora pop apresentou sua nova música, "Anyone", para uma plateia lotada.

A composição foi escrita pela própria artista dias antes de sua overdose, em 2018. "Demi compôs essa música no verão passado quatro dias antes de um incidente que quase tirou a sua vida", contou a diretora Greta Gerwig, que introduziu a performance.

A música tem quase quatro minutos e é um desabafo sobre não ser ouvida, quase um pedido de ajuda.

"Eu me sinto estúpida quando canto/ Ninguém está me escutando/ Eu me sinto estúpida quando eu rezo/ Então por que eu estou rezando mesmo?/ Se ninguém está ouvindo em lugar algum", diz um dos trechos.

Lovato teve dificuldades para cantar no início da apresentação, que foi interrompida por causa da emoção. A cantora respirou e a banda retomou a performance, para então ela engatar os vocais.

De volta aos holofotes pela primeira vez desde julho de 2018, quando sofreu uma overdose e foi internada às pressas, Lovato retoma de vez sua vida artística a partir dessa performance no Grammy.

A cantora pop já foi escalada para cantar o hino dos Estados Unidos no Super Bowl, em fevereiro, e também estará no elenco do filme "Eurovision", da Netflix, ao lado dos astros Will Ferrell, Rachel McAdams e Pierce Brosnan.

Demi Lovato evitou cruzar o tapete vermelho e só apareceu publicamente minutos antes de sua performance com um vestido branco.

Sem indicações nesta edição do prêmio, já que estava com a carreira em pausa nos últimos anos, Demi Lovato tem no currículo duas indicações ao Grammy —uma de 2016 e outra no ano passado, por uma parceria com Christina Aguilera gravada em 2018.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.