Emmy desiste de suas festas de gala por causa da pandemia de coronavírus

Organização do prêmio diz que cerimônia deste ano vai ocorrer em 20 de setembro e discute possíveis novos formatos

São Paulo | UOL

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou mudanças no Emmy 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus. A organização do prêmio confirmou que a cerimônia principal acontecerá em 20 de setembro, como já estava definido, mas que os produtores ainda estão discutindo o formato.

Enquanto isso, o Creative Arts Emmys vai ocorrer virtualmente —o evento, que tradicionalmente acontece uma semana antes da entrega televisionada dos troféus principais, anuncia os vencedores de várias categorias técnicas. As informações são do site The Hollywood Reporter.

O apresentador da próxima edição do Emmy será Jimmy Kimmel, segundo informou a emissora ABC nesta terça.

“Não sei onde faremos isso ou como faremos isso ou mesmo por que estamos fazendo isso, mas vamos fazer e eu vou apresentar”, disse Kimmel em comunicado sobre o evento.

Outra mudança é o cancelamento dos Governors Balls, tradicionais bailes de gala que acontecem depois de ambas as cerimônias do Emmy (a principal e a secundária). É a primeira vez em 72 anos de premiação que isso acontece.

A ABC, emissora que exibe o Emmy nos Estados Unidos, comentou: "Estamos comprometidos a entregar uma cerimônia que honre o papel que a TV teve em 2020, unindo as pessoas durante a pandemia, e expressando apoio a uma demanda nacional e global por justiça social e igualdade".

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.